Instagram/Rodrigo Mussi

Polícia conclui que acidente de Rodrigo Mussi foi causado por imprudência

A Polícia Civil de São Paulo concluiu nesta quarta-feira (4/5) o inquérito do acidente de trânsito que hospitalizou o ex-BBB Rodrigo Mussi.

As autoridades não indiciaram o motorista de aplicativo Kaique Reis, de 24 anos, por lesão corporal culposa (quando não há intenção). Em vez idso, apontaram o excesso de jornada de trabalho e a imprudência do motorista como principais causas do acidente, que aconteceu na madrugada do dia 31 março.

Na ocasião, o motorista teria cochilado e colidido com a traseira de um caminhão. Rodrigo estava sentado no banco de trás e não usava cinto de segurança, sofrendo as maiores consequências do impacto.

O ex-BBB sofreu traumatismo craniano e fraturas graves na perna, que exigiram mais de uma cirurgia. Ele ficou internado no Hospital das Clínicas por praticamente um mês, até a última quinta-feira (28/5), quando passou para outra unidade hospitalar para realizar tratamento intensivo de reabilitação para recuperar todos os movimentos.