Divulgação/Multishow

Participante de “O Túnel do Amor” é expulso após acusação de assédio

Primeiro reality show do grupo Globo após o “BBB 22”, “O Túnel do Amor” mal estreou e, com um único episódio exibido na quarta-feira (27/4) no canal pago Multishow, já precisa lidar com uma acusação de assédio sexual, que resultou na expulsão de um participante.

A atração apresentada por Marcos Mion acompanha 10 duplas de amigos que, separados em duas casas interligadas por um túnel, tem têm a missão de ajudar um ao outro a encontrar o crush ideal. Entretanto, nas primeiras horas de confinamento, um dos participantes foi acusado de assédio sexual por sua parceira. Assim que o problema foi detectado pela produção do programa o participante deixou a produção, seguindo as regras do programa.

O fato não é recente, já que o programa é gravado e começou a ser produzido em outubro do ano passado.

O Multishow emitiu um comunicado sobre o caso, adiantando que a situação será mostrada e abordada no programa – sem especificar quando.

“‘O Túnel do Amor’ é um reality de relacionamentos e, durante a temporada, acontecem momentos de intimidade entre os participantes. As relações devem obedecer o regulamento, que é de conhecimento de todos, e não há tolerância quando regras de convivência são desrespeitadas. Assim aconteceu nesta edição. Tão logo a produção recebeu os relatos de um incidente envolvendo um casal de participantes, medidas foram tomadas. E, em nome da transparência e do respeito ao público do Multishow e também de acordo com a vontade dos envolvidos, tudo será mostrado no programa, na ordem cronológica dos acontecimentos.”

Vale observar que o que não falta no programa é pegação. Dos cinco casais que se formaram, quatro já movimentaram o edredom logo na estreia, o que deixou até Marcos Mion surpreso.