Divulgação/NBC

Liz Sheridan (1929–2022)

A atriz americana Liz Sheridan, conhecida por interpretar a mãe de Jerry Seinfeld na série “Seinfeld” e também como a vizinha de “Alf, o ETeimoso”, morreu nesta sexta-feira (15/4), enquanto dormia em sua casa em Nova York, aos 93 anos.

Sheridan já era uma veterana de TV e cinema quando foi escalada como Raquel Ochmonek, a vizinha excêntrica e mal-humorada de “Alf”, aparecendo em dezenas de episódios da série clássica, entre 1986 e 1990.

Ela começou sua carreira nas telas em 1977, após se destacar na Broadway – ao lado de Christopher Lloyd e de uma jovem Meryl Streep no musical “Happy End”. Sua estreia se deu com uma participação num episódio de “Kojak”.

Vieram várias outras aparições (“Esquadrão Classe A”, “Quem É o Chefe?”, “A Gata e o Rato”, “Jogo Duplo”), antes da atriz conseguir seu primeiro papel recorrente em “Alf, o ETeimoso”, da qual participou do começo ao fim, de 1986 a 1990.

Sua chegada em “Seinfeld” aconteceu no segundo episódio da 1ª temporada e dois meses apenas após o fim de “Alf”. Também recorrente, ela marcou época como Helen Seinfeld, a mãe adorável, protetora e maior fã de Jerry, que roubou as cenas de cerca de 20 episódios, inclusive no final exibido em 1998.

Sheridan era a última “parente” sobrevivente de “Seinfeld”. Barney Martin, que interpretou Morty Seinfeld, o pai de Jerry na tela, morreu em 2005.

A atriz continua a trabalhar no cinema e na TV até os anos 2000, encerrando a carreira com as comédias “Um Avô Sedutor” (2009) e “Trim” (2010).

Ela deixa uma filha, que teve com seu falecido marido, o trompetista de jazz William Dale Wales.

Seu filho da TV, Jerry Seinfeld, publicou uma homenagem nas redes sociais, lembrando que “Liz sempre foi a mãe de TV mais doce e legal que um filho poderia desejar”. “Toda vez que ela vinha na nossa série, era a sensação mais aconchegante para mim. Que sorte tê-la conhecido”, completou.