Divulgação/Cannes Film Festival

Festival de Cannes anuncia programação principal sem filmes brasileiros

A organização do Festival de Cannes anunciou nessa quinta-feira (14/4) os filmes de sua programação principal de 2022, que serão exibidos entre 17 e 28 de maio no espaço tradicional da Riviera Francesa.

Refletindo o desmonte das políticas de incentivo pelo governo Bolsonaro, filmes brasileiros ficaram de fora até mesmo do circuito das exibições paralelas oficiais do festival, três anos após “Bacurau” vencer o Prêmio do Júri do festival francês.

A última chance são as seções independentes do evento, como a Quinzena dos Realizadores, Semana da Crítica e Cinéfondation, que ainda não anunciaram seus títulos. No ano passado, “Medusa”, de Anita Rocha da Silveira, destacou-se na Quinzena dos Realizadores e “Cantareira”, de Rodrigo Ribeyro, ficou em 3º lugar na Cinéfondation – ambos continuam inéditos até hoje nos cinemas do Brasil.

A maioria dos filmes selecionados deste ano vem da Europa, mas também há representantes da Ásia e da América do Norte.

A programação será aberta pela exibição de “Z (comme Z)”, novo filme de Michel Hazanavicius (“O Artista”), e a disputa pela Palma de Ouro contará com longas dirigidos por cineastas acostumados com premiações, como David Cronenberg, os irmãos Dardenne, James Gray, Cristian Mungiu, Ruben Östlund, Park Chan-Wook, Claire Denis, Valeria Bruni Tedeschi e Kelly Reichard.

Apesar dos boicotes de outros festivais ao cinema russo, Cannes incluiu em sua seleção uma obra do russo Kirill Serebrennikov, que é dissidente e saiu do país para viver em Berlim.

Fora da competição, ainda serão exibidos filmes bastante esperados pelo grande público. Tom Cruise, que vai receber uma homenagem no evento, acompanhará a première mundial de “Top Gun: Maverick”. Outras sessões de gala estenderão o tapete vermelho para o lançamento de “Elvis”, cinebiografia do Rei do Rock dirigida por Baz Luhrmann, e “Three Thousand Years of Longing”, a aguardada volta de George Miller após impactar o cinema com “Mad Max: Estrada da Fúria” há sete anos, além de novos filmes do italiano Marco Bellocchio, do francês Oliver Assayas e do ucraniano Sergei Loznitsa, entre outros.

Fãs de música ainda verão documentários inéditos sobre Jerry Lee Lewis (dirigido por Ethan Coen!) e David Bowie.

A edição de 2022 será a primeira a acontecer com todos os eventos previstos de forma presencial após dois anos de pandemia.

Confira abaixo a programação inicial do evento.

Filme de Abertura

Z (comme Z), de Michel Hazanavicius

Concorrentes à Palma de Ouro

Armageddon Time, de James Gray
Boy From Heaven, de Tarik Saleh
Broker, de Kore-Eda Hirokazu
Close, de Lukas Dhont
Crimes of the Future, de David Cronenberg
Decision to Leave, de Park Chan-Wook
Eo, de Jerzy Skolimowski
Frere et Soeur, de Arnaud Desplechin
Holy Spider, de Ali Abbasi
Leila’s Brothers, de Saeed Roustaee
Les Amandiers, de Valeria Bruni Tedeschi
Nostalgia, de Mario Martone
Showing Up, de Kelly Reichardt
Stars at Noon, de Claire Denis
Tchaïkovski’s Wife, de Kirill Serebrennikov
Triangle of Sadness, de Ruben Östlund
Tori and Lokita, de Jean-Pierre e Luc Daradenne
RMN, de Cristian Mungiu

Mostra Um Certo Olhar

All the People I’ll Never Be, de Davy Chou
Beast, de Riley Koeugh e Gina Gammell
Burning Days, de Emin Alper
Butterfly Vision, de Maksim Nakonechnyi
Corsage, de Marie Kreutzer
Domingo and the Midst, de Ariel Escalante Meza
Godland, de Hlynur Palmason
Joyland, de Saim Sadiq
Les Pires, de Lise Akoka e Romane Gueret
Metronom,de Alexandru Belc
Plan 75, de Hayakawa Chie
Rodeo, de Lola Quivoron
Sick of Myself, de Kristoffer Borgli
The Silent Twins, de Agnieszka Smocynska
The Stranger, de Thomas M. Wright

Exibições Especiais

All That Breaths, de Shaunak Sen
Jerry Lee Lewis: Trouble in Mind, de Ethan Coen
The Natural History of Destruction, de Sergei Loznitsa

Estreias em Cannes

Dodoby Panos, de H. Koutras
Irma Vep, de Olivier Assayas
Nightfall, de Marco Bellocchio
Nos Frangins, de Rachid Bouchareb

Exibições fora de competição

Elvis, de Baz Luhrmann
Masquerade, de Nicolas Bedos
November, de Cédric Jimenez
Three Thousand Years of Longing, de George Miller
Top Gun: Maverickby, de Joseph Kosinski

Sessões da meia-noite

Hunt, de Lee Jung-Jae
Moonage Daydream, de Brett Morgen
Smoking Makes You Cough, de Quentin Dupieux