Divulgação/Netflix

Netflix cancela “Arquivo 81”

A Netflix cancelou “Arquivo 81” após a 1ª temporada. Com isso, a série de terror lançada em janeiro deixa no ar o significado de seu final impactante, que seria explorado numa nova temporada.

O cancelamento pode ser considerado surpreendente, porque a produção entrou no Top 10 semanal da Netflix e também na auditoria independente da Nielsen sobre as séries mais vistas nos EUA.

Como se não bastasse, “Arquivo 81” estreou no topo do ranking da Netflix como a série mais vista nos EUA antes da volta de “Ozark”.

Inspirada em um podcast homônimo, a trama acompanhava um rapaz que recebe a missão de restaurar uma coleção de fitas de vídeo danificadas num incêndio em 1994. O conteúdo é o trabalho de uma documentarista que investigava fenômenos sobrenaturais e uma seita diabólica num antigo prédio. E quanto mais ele restaura as imagens, mais envolvido se torna com a história, a ponto de se ver passando pelas mesmas situações enfrentadas pela documentarista há 28 anos.

A série foi desenvolvida por Rebecca Sonnenshine (produtora-roteirista de “The Boys” e “The Vampire Diaries”), tinha direção de Rebecca Thomas (“A Fita Azul”) e produção de James Wan (diretor de “Invocação do Mal” e “Aquaman”).

O elenco destacava Mamoudou Athie (“Ameaça Profunda”), Dina Shihabi (“Altered Carbon”), Matt McGorry (“How to Get Away with Murder”), Julia Chan (“Katy Keene”), Ariana Neal (“Estrelas Além do Tempo”), Evan Jonigkeit (“A Casa Sombria”) e Martin Donovan (“Tenet”).

A Netflix não tem sido uma boa plataforma para fãs de produções de terror e sci-fi, que enfrentam cancelamentos seguidos de suas séries favoritas – uma lista que inclui “The Society”, “I Am Not Okay With This”, “A Ordem”, “Daybreak” e “O Mundo Sombrio de Sabrina”, entre outras.