Instagram/Simon Leviev

Golpista do Tinder sofre golpe do Instagram

Shimon Hayut, o homem retratado no popular documentário “O Golpista do Tinder”, da Netflix, teria caído há menos de uma semana em um golpe na internet.

Fontes próximas a Hayut revelaram ao site TMZ que o golpista virou golpeado na quinta-feira da semana passada (24/2), quando ele e sua namorada, Kate Konlin, fizeram duas transferências de US$ 6.664 via PayPal para um casal que lhes prometia conseguir perfis verificados nas redes sociais.

O golpista que enganou o golpista se apresentou como um ex-funcionário da empresa Meta (nome do conglomerado do Facebook e Instagram), e teria convencido o israelense e a modelo ao fazer um vídeo em que aparecia num escritório movimentado.

Hayut realizou um pagamento para poder ter o símbolo azul de verificado nos perfis do Instagram dele e da namorada. Só que o ícone nunca apareceu em suas contas.

Quando seu empresário desconfiou, entrou em contato com um membro da equipe da Meta, que informou que verificações não eram cobradas.

A esta altura, porém, já era tarde. O casal que tirou dinheiro de Hayut fechou suas contas nas redes sociais e desapareceu.

Para completar o prejuízo, as páginas do Instagram de Hayut e Konlin também saíram do ar.