Divulgação/Netflix - foto: Jorge Silvestre

O Cangaceiro do Futuro: Série do criador de “Cine Holliúdy” ganha primeiras fotos

A Netflix anunciou o final das gravações da série de comédia “O Cangaceiro do Futuro”, que volta a juntar o cineasta Halder Gomes com o ator Edmilson Filho após os sucessos do filme, da série e da continuação de “Cine Holliúdy”, além de “O Shaolin do Sertão”.

Para marcar a ocasião, as duas primeiras imagens da produção criada por Gomes foram divulgadas. Uma delas traz justamente o diretor e seu protagonista fazendo poses nos bastidores.

As gravações ocorreram no município de Quixadá, no Ceará, e terminaram em São Paulo, visando uma estreia ainda no segundo semestre deste ano.

Na história, Virguley (Edmilson Filho) é um cabra frouxo, enrolado e sem moral, que vive em absoluto perrengue em São Paulo e sonha em voltar rico para o Nordeste. Entre seus bicos, aproveita-se da sua semelhança com Lampião para fazer shows em praças públicas na capital paulista.

Certo dia – após entrar em mais uma confusão – acaba levando um tabefe no pé do ouvido e vai parar em 1927, no meio do cangaço, onde é confundido pela população local como o verdadeiro Virgulino Lampião. Tirando vantagem da farsa, Virguley reúne um bando pra lá de inusitado, se apaixona por Mariá (Chandelly Braz, de “Orgulho e Paixão”) e fica poderoso na cidade. Mas como nada na vida desse cabra é fácil, a história ainda lhe reserva muitas reviravoltas, incluindo a aparição do verdadeiro Rei do Cangaço.

O elenco conta também com Dudu Azevedo, Frank Menezes, Fábio Lago, Evaldo Macarrão, Haroldo Guimarães, Max Petterson, Valéria Vitoriano, Solange Teixeira e Carri Costa.

A série foi criada pelo cearense Halder Gomes, que também é responsável pela direção geral. Em comunicado, ele exaltou a produção: “É um orgulho levar um símbolo da história e cultura do Nordeste para vários cantos do Brasil e do mundo. O universo do cangaço é um oceano inesgotável de inspiração e um desejo antigo de levar ao público um olhar particular da comédia sobre o assunto”.