Divulgação/Arcana Studio

Framboesa de Ouro 2022 destaca decadência de Bruce Willis

Um dos troféus mais aguardados da temporada de premiação, o Framboesa de Ouro, revelou seus indicados a piores filmes e artistas do ano, indicando a decadência de um antigo astro de ação e a saturação dos musicais.

Para começar, a Netflix não deve ter ficado nada satisfeita de ver seu logotipo no título com o maior número de indicações. “Diana: O Musical”, gravação de um musical da Broadway exibida pela plataforma de streaming, foi a produção mais votada, aparecendo em nove categorias.

O segundo mais citado foi o thriller “Karen”, inédito no Brasil, com cinco indicações, seguido pelo musical “Querido Evan Hansen”, com quatro nomeações, incluindo a de Pior Ator para Ben Platt.

Entre os intérpretes, Jared Leto e o jogador de basquete LeBron James tiveram duas indicações, respectivamente por “Casa Gucci” e “Space Jam: Um Novo Legado”, enquanto Amy Adams se destacou em dois filmes diferentes, concorrendo a Pior Atriz por “A Mulher na Janela” e Pior Atriz Coadjuvante por “Querido Evan Hansen”.

Nenhum deles, porém, superou Bruce Willis. Os organizadores dos Razzies, como o prêmio também é conhecido, consideraram que o ex-“Duro de Matar” virou duro de assistir e fez tantos filmes ruins no ano passado que mereceu uma categoria própria. Na disputa do troféu especial de Pior Filme de Bruce Willis há nada menos que oito filmes.

O detalhe é que a categoria pode se tornar permanente, já que o ator filmou até agora 11 filmes diferentes com previsão de lançamento em 2022.

Como já é tradição, a cerimônia do Framboesa de Ouro 2022 acontecerá em Los Angeles um dia antes do Oscar, em 26 de março.

Confira abaixo a lista completa de indicados.

Pior Filme
“Diana: O Musical”
“Infinite”
“Karen”
“Space Jam: Um Novo Legado”
“A Mulher na Janela”

Pior Ator
Scott Eastwood, por “Dangerous”
Roe Hartrampf, por “Diana: O Musical”
LeBron James, por “Space Jam: Um Novo Legado”
Ben Platt, por “Querido Evan Hansen”
Mark Wahlberg, por “Infinite”

Pior Atriz
Amy Adams, por “A Mulher na Janela”
Jeanna de Waal, por “Diana: O Musical”
Megan Fox, por Meia-Noite no “Switchgrass”
Taryn Manning, por “Karen”
Ruby Rose, por “Conquista”

Pior Atriz Coadjuvante
Amy Adams, por “Querido Evan Hansen”
Sophie Cookson, por “Infinite”
Erin Davi, por “Diana: O Musical”
Judy Kaye, por “Diana: O Musical”
Taryn Manning, por “Every Last One of Them”

Pior Ator Coadjuvante
Ben Affleck, por “O Último Duelo”
Nick Cannon, por “Os Renegados”
Mel Gibson, por “Dangerous”
Gareth Keegan, por “Diana: O Musical”
Jared Leto, por “Casa Gucci”

Pior Performance de Bruce Willis
Bruce Willis, por “Emboscada”
Bruce Willis, por “Apex”
Bruce Willis, por “A Fortaleza”
Bruce Willis, por “Deadlock”
Bruce Willis, por “Meia-Noite no Switchgrass”
Bruce Willis, por “Sobreviva ao Jogo”
Bruce Willis, por “Out of Death”
Bruce Willis, por “Invasão Cósmica”

Pior Casal, Dupla ou Combinação
Qualquer ator & qualquer número musical mal escrito ou coreografado em “Diana: O Musical”
LeBrown James & qualquer personagem de desenho animado que ele tenta driblar em “Space Jam: Um Novo Legado”
Jared Leto & sua maquiagem pesada de látex, suas roupas feias e seu sotaque ridículo em “Casa Gucci”
Ben Platt & qualquer outro personagem que finge que cantar 24h por dia é normal em “Querido Evan Hansen”
Tom & Jerry em “Tom & Jerry”)

Pior Remake, Plágio ou Sequência
“Karen” (remake não intencional de “Cruella”)
“Space Jam: Um Novo Legado”
“Tom & Jerry”
“Twist” (remake hip-hop de “Oliver Twist”)
“A Mulher na Janela” (plágio de “Janela Indiscreta”)

Pior Direção
Christopher Ashley, por “Diana: O Musical”
Stephen Chbosky, por “Querido Evan Hansen”
“Coke” Daniels, por “Karen”
Renny Harlin, por “Os Renegados”
Joe Wright, por “A Mulher na Janela”

Pior Roteiro
Joe DiPietro & David Bryan, por “Diana: O Musical”
“Coke” Daniels, por “Karen”
Kurt Wimmer & Robert Henny, por “Os Renegados”
John Wrathall & Sally Collett, por “Twist”
Tracy Letts, por “A Mulher na Janela”