Instagram/Thalita Rebouças

Cris D’Amato vai filmar mais dois livros de Thalita Rebouças

A Warner vai lançar duas novas adaptações de best-sellers da escritora Thalita Rebouças: “Era uma Vez Minha Primeira Vez” e “Por que só as Princesas se Dão Bem”.

Uma das escritoras mais populares do Brasil, Thalita Rebouças já teve cinco livros transformados em longas-metragens desde que Cris D’Amato adaptou “É Fada!” em 2016. Além disso, fechou contrato com a Netflix para desenvolver novas obras, que renderam os roteiros originais de “Pai em Dobro” e “Lulli”, que viraram filmes lançados no ano passado.

Os novos filmes reforçarão a parceria da escritora com a diretora Cris D’Amato, que, além de “É Fada!”, também dirigiu o recente “Pai em Dobro”. Ela filmará as duas novas produções.

Em seu Instagram, Thalita Rebouças chamou a diretora de “parceiraça” e avisou: “Tem mais filmes, além desses, vindo aí!”.

Voltado ao público adolescente, “Era uma Vez Minha Primeira Vez” chegou às livrarias em 2011 e aborda as expectativas criadas em torna da primeira experiência sexual das meninas. Na linguagem típica das adolescentes, a trama acompanha seis amigas inseparáveis, entre 15 e 19 anos, que enfrentam o antes, o durante e o depois de um dos momentos mais importantes de suas vidas.

Já “Por que só as Princesas se Dão Bem” visa leitores mirins. Primeiro livro infantil de Rebouças, lançado em 2013, o conto de fadas às avessas conta a história de Bia, uma garota apaixonada por princesas… até decidir questionar o tradicional “e viveram felizes para sempre”. Enchendo a mãe de perguntas sobre por que só as princesas se dão bem nas histórias, ela acaba pegando no sono e ao acordar se vê dentro de um conto de fadas, como uma princesa de verdade. E descobre que a tão sonhada vida de princesa é na verdade um verdadeiro pesadelo.

Regras, regras e mais regras. Do cabelo aos sapatos, Bia descobre que não pode escolher o que usar, comer ou fazer. Escola, amigos, brincadeiras? Nada disso, princesas estudam em casa e cumprem uma exaustiva agenda de eventos (chatos). E o pior de tudo: nada de perguntas. “Princesas não fazem mil perguntas. Princesas cumprem seu papel e olhe lá”, explica a assistente número 3 da princesa Bia. E diante desta descoberta chocante, tudo o que com que ela sonha agora é voltar a ser uma menina comum.

Veja abaixo as capas dos dois livros, publicados pela editora Rocco.