Divulgação/Nordisk Film

Remake de “Um Homem Chamado Ove” com Tom Hanks define diretor

O remake do drama sueco “Um Homem Chamado Ove”, que será estrelado por Tom Hanks, finalmente definiu seu diretor.

Marc Forster (“Guerra Mundial Z”) vai comandar o projeto, quase esquecido após ter sido anunciado em 2017.

Com isso, a produção marcará um reencontro entre o diretor e o roteirista David Magee após sua colaboração no drama “Em Busca da Terra do Nunca” (2004), pela qual Magee foi indicado ao Oscar.

O filme original, escrito e dirigido por Hannes Holm, baseava-se no romance homônimo de Fredrik Backman e foi premiado como Melhor Comédia Europeia de 2016 pela Academia Europeia de Cinema, e ainda teve a maior bilheteria entre os lançamentos estrangeiros nos Estados Unidos naquele ano.

No remake, Hanks interpretará um viúvo mal-humorado (vivido por Rolf Lassgård no original), cuja infelicidade é exacerbada quando ele é descartado como presidente da associação do bairro onde ele mora e empurrado para a aposentadoria em seu trabalho.

Sem prazer de viver, ele resolve se suicidar. Mas toda tentativa é interrompida por alguma circunstância que o leva a ajudar um vizinho carente.

No processo, Ove desenvolve novos relacionamentos que o conduzem a uma jornada inusitada de introspecção e de cuidar dos outros, mesmo que nunca desista de suas tentativas de acabar com tudo.

Em sua declaração no comunicado oficial do projeto, Forster optou por ignorar o filme bem-sucedido, que inclusive disputou o Oscar, para elogiar o livro, como se fosse fazer a primeira adaptação da história.

“Quando li pela primeira vez o romance de Fredrik Backman, me apaixonei pela noção de que a amizade tem o poder de moldar a vida de uma pessoa”, disse o diretor. “Mal posso esperar para criar um filme com tanto humor e coração ao lado de Tom e Rita” (Wilson, esposa e sócia da produtora de Hanks).

Veja abaixo o trailer legendado do filme original.