Divulgação/Sony Pictures

“Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa” já bate recorde de bilheteria no Brasil

A Sony já está comemorando a estreia de “Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa”. Só com as sessões de pré-estreia de quarta-feira (15/12), o longa teria registrado a maior bilheteria de primeiro dia da história do estúdio no Brasil.

Tem mais. Contabilizando dois dias, o filme já seria a quarta maior abertura de todos os tempos no país, isto incluindo todos os estúdios, com arrecadação 80% acima da estreia do lançamento anterior da franquia, “Homem-Aranha: Longe de Casa”, e 114% acima de “Homem-Aranha: De Volta Ao Lar”.

A explicação para esse desempenho assombroso é outro recorde.

Além da ansiedade gerada pela participação de vários astros dos 20 anos da história do Homem-Aranha no novo filme, a Sony bateu o recorde de distribuição no Brasil, colocando o longa em 2,8 mil salas, número que nunca se viu no país – blockbusters são geralmente lançados com metade dessa ocupação. O número é tão absurdo que é estimado em 96% do total de cinemas existentes em todo o Brasil.

Sem regras ou controle, graças ao abandono da função mediadora exercida pela Ancine antes do atual desgoverno, o próprio mercado terá que resolver o impasse resultante da distribuição predatória. A disputa tem tudo para agitar os bastidores do parque exibidor brasileiro e vai acontecer já na próxima quarta-feira (22/12), se o lançamento de “Matrix Resurrection” encontrar dificuldades para ocupar o espaço planejado pela Warner.