Divulgação/DC Comics

HBO Max desenvolve animação adulta da Legião dos Super-Heróis

A HBO Max está desenvolvendo uma série de animação para adultos baseada nos quadrinhos da Legião dos Super-Heróis. A produção é iniciativa do premiado autor Brian Michael Bendis, criador de Jessica Jones, do universo Marvel Ultimate e dos crossovers “Dinastia M”, “Invasão Secreta” e muitos outros.

Bendis anunciou a novidade por meio de um comunicado à imprensa, contando como o projeto surgiu.

“A HBO me perguntou o que mais eu gostaria de fazer e se havia alguma propriedade da DC que daria uma série interessante. Posso ter gritado a palavra LEGIÃO mais alto do que gostaria em uma reunião de negócios de adultos. Então, sim, a manchete de hoje é… a HBO Max me colocou para trabalhar em uma série da Legião dos Super-Heróis”, ele contou.

O autor revelou que o projeto está “sendo desenvolvido como uma série animada para adultos”. E que, embora estivesse trabalhando nos roteiros há algum tempo, o projeto só passou para a fase oficial recentemente.

A trama será baseada nas atuais publicações da Legião, que o próprio Bendis está escrevendo para a DC Comics.

“Assim como os quadrinhos atualmente à venda, a série vai voltar a temas clássicos enquanto, ao mesmo tempo, fará o que Legião faz melhor: empurrar todas as ideias de super-heróis em todas as direções. Acho que Legião de Super-heróis está entre as maiores franquias da história dos quadrinhos e estou tão honrado em fazer a curadoria deles quanto tive de fazer do Homem-Aranha”, completou.

Bendis também apontou que “a animação leva muuuuuito tempo”, então as atualizações sobre o projeto deverão demorar a acontecer.

A plataforma de streaming da Warner Bros. já produz uma série animada sobre um grupo de super-heróis, “Young Justice”, que pode ser considerada adulta. Cultuadíssima, a atração está em sua 4ª temporada.

Vale lembrar que a Legião dos Super-Heróis já teve uma série animada antes, mas era infantil e durou apenas duas temporadas, entre 2006 e 2008.

Personagens da Legião também foram vistos recentemente na série “Supergirl”.

Criada na década de 1950 pelo roteirista Otto Binder e o desenhista Al Plastino, a Legião dos Super-Heróis foi introduzida numa história do Superboy supostamente para uma aparição única. Só que os super-heróis do século 30 acabaram agrando os leitores, que fizeram campanha para novas aventuras, conseguindo até que o grupo ganhasse revista própria. De fato, a paixão dos leitores pela Legião deu origem ao primeiro grande fã-clube conhecido das HQs, originando a cultura dos fandoms, que foi a semente da Comic-Con e da transformação dos quadrinhos nos atuais carros-chefes da indústria cultural.