Divulgação/Paramount

Nicolas Cage será Drácula em novo filme da Universal

O ator Nicolas Cage fechou contrato para viver Drácula em “Renfeld”, novo filme da Universal Pictures, marcando sua volta às grandes produções dos principais estúdios de Hollywood e à temática vampírica de um de seus primeiros – e mais cultuados – filmes, “Um Estranho Vampiro”, de 1988.

O detalhe é que Drácula será coadjuvante na produção, centrada pela primeira vez no capanga mais famoso do vampiro. Embora nunca tenha merecido um filme próprio, Renfeld marcou época no cinema, graças à performance de Dwight Frye no primeiro filme de “Drácula”, originando algumas das melhores cenas do lançamento da Universal de 1931, como um engolidor de insetos trancafiado num hospício.

Criado pelo escritor Bram Stoker no romance gótico original de “Drácula”, o personagem também foi vivido pelo cantor Tom Waits no longa dirigido por Francis Ford Coppola em 1992.

No novo filme, ele será vivido pelo ator Nicholas Hoult (“X-Men: Fênix Negra”).

“Renfield” tem como ponto de partida uma história original de Robert Kirkman, o criador dos quadrinhos de “The Walking Dead”, que foi roteirizada por Ryan Ridley, escritor de vários episódios da série animada “Rick and Morty”. A produtora Skybound Entertainment, de Kirkman, assina a coprodução do longa com a Universal.

O filme está em desenvolvimento desde 2019 e já teve Dexter Fletcher (“Rocketman”) em negociações para assumir sua direção. Na ocasião, o projeto foi descrito como um mockumentary (documentário falso), mostrando como Renfield descobre que está num relacionamento ruim e co-dependente com Drácula. A premissa lembrava o tom de “O Que Fazemos nas Sombras” (2014), falso documentário de vampiros de Taika Waititi.

Não há informações sobre o tom da atual produção, mas o diretor contratado é conhecido por comédias infantis. Trata-se de Chris McKay, de “Lego Batman: O Filme” e da série “Frango Robô”, que recentemente dirigiu “A Guerra do Amanhã, estrelado por Chris Pratt na Amazon Prime Video.

A produção de “Renfield” ainda não tem data para começar a ser filmada nem previsão de lançamento aos cinemas.

Afastado das grandes produções e estrelando filmes cada vez mais “exotéricos”, Cage não trabalhava com um estúdio tradicional há uma década, desde o fracasso de “Motoqueiro Fantasma: Espírito de Vingança”, em 2011.

A situação começou a mudar neste ano, quando o estúdio Lionsgate, aspirante ao clube dos gigantes de Hollywood, colocou em produção “The Unbearable Weight of Massive Talent”, filme em que Cage interpreta, paradoxalmente, seu papel mais bizarro: ele mesmo. Escrito e dirigido por Tom Gormican (criador da série “Ghosted”), este filme estreia em abril.