Divulgação/Netflix

Sucesso de “Round 6” gera processo contra a Netflix

O sucesso excessivo de “Round 6” motivou uma ação judicial contra a Netflix na Coreia do Sul, país em que a série foi desenvolvida. O interesse pela história das 456 pessoas que participam de um jogo mortal pra ganhar um prêmio bilionário fez com que a internet de alta velocidade do país atingisse picos de uso nunca antes vistos.

Por conta disso, uma provedora sul-coreana de internet, a SK Broadband, decidiu cobrar na justiça os custos de manutenção e a quantidade de banda larga utilizados por seus usuários para ver a série.

Em comunicado, a plataforma argumentou que os usuários já pagam a internet fora de suas assinatura e irá recorrer do processo, ao mesmo tempo em que buscará um acordo com a empresa de banda larga.

“Acreditamos em um relacionamento colaborativo entre provedores de conteúdo e ISPs, com cada um fornecendo a melhor experiência aos nossos consumidores mútuos. Estamos investindo pesadamente em trazer excelente conteúdo coreano para nosso público em todo o mundo”, disse a Netflix em comunicado. “Apesar de não poder entrar em detalhes do processo, continuamos buscando um diálogo aberto com a SK Broadband, para que os consumidores possam continuar a desfrutar de streaming de conteúdo de alta qualidade em velocidades rápidas”, completou.

A SK Broadband estima que a Netflix esteja devendo 27,2 bilhões de wons, cerca de R$ 124,5 milhões, de acordo com as informações divulgadas.

Por curiosidade, o valor é basicamente metade do prêmio disputado em “Round 6”.