Divulgação/Sony Pictures

Trailer do novo “Homem-Aranha” quebra recorde de “Vingadores: Ultimato”

O primeiro trailer de “Homem-Aranha: Sem Volta para Casa” quebrou o recorde de “Vingadores: Ultimato” para se tornar o mais visto do MCU (Universo Cinematográfico da Marvel) no YouTube.

A Sony contabilizou 355,5 milhões de visualizações do trailer em 24 horas, somando todas as versões disponíveis.

O vídeo com mais views é o trailer original em inglês da própria Sony, com 46,1 milhão de acessos. O mesmo vídeo também foi disponibilizado no endereço da Marvel Entertainment no YouTube, além de se multiplicar em versões dubladas e legendadas em vários idiomas diferentes ao redor do YouTube mundial, tanto em endereços da Sony quanto da Marvel.

A soma supera de longe o recorde anterior do primeiro trailer de “Vingadores: Ultimato”, que rendeu 289 milhões de visualizações em dezembro de 2018.

De acordo com a Sony Pictures, a prévia de “Homem-Aranha: Sem Volta para Casa” também recebeu o maior número de menções nas redes sociais que qualquer outro filme nas primeiras 24 horas, com 4,5 milhões de menções em todo o mundo. Nos EUA, foram 2,91 milhões de menções em 24 horas, quase 1 milhão a mais que as 1,94 milhões pelo trailer de “Ultimato”.

As cenas reveladas confirmaram um dos segredos mais mal guardados da indústria, que o Homem-Aranha mergulharia fundo no multiverso do Marvel Studios, permitindo o encontro do personagem vivido por Tom Holland com vilões de versões anteriores dos filmes do “Homem-Aranha” – como o Doutor Octopus vivido por Alfred Molina e apresentado de forma proeminente no vídeo.

O entusiasmo sem precedentes dos fãs pela produção é um sinal extremamente positivo para a Sony Pictures, que vai lançar “Homem-Aranha: Sem Volta para Casa” em 17 de dezembro exclusivamente nos cinemas.

O filme anterior da franquia, “Homem-Aranha: Longe de Casa”, de 2019, é o filme de maior bilheteria da História da Sony em todos os tempos, com arrecadação de US$ 1,1 bilhão em todo o mundo.

Veja abaixo o trailer legendado em português no YouTube da Sony Pictures Bradil, que já foi assistido mais de 1,8 milhão de vezes – mesmo número da versão dublada.