Instagram/Alexa Nikolas

Ex-atriz mirim da Nickelodeon processa ex-marido por abuso

A ex-atriz mirim Alexa Nikolas, que participou do elenco de “Zooey 101” da Nickelodeon na década passada, está processando o ex-marido, Michael Milosh, por abuso sexual, pedofilia e manipulação. No processo, ela afirma que foi estuprada pelo ex, que é cantor da banda Rhye e usou áudios da relação sexual não consentida em uma música.

“O processo é sobre um músico libertino que se aproveitou da inocência de uma fã menor de idade para manipulá-la e coagi-la a sucumbir os repetidos ataques sexuais”, diz trecho do processo obtido pelo portal de celebridades TMZ.

No texto, Nikolas relata ter conhecido Michael Milosh quando tinha 16 anos e ele 33. Ela conta que o primeiro contato se deu pelo Myspace, uma antiga rede social, e a conversa logo se tornou de cunho sexual. Os dois se conheceram pessoalmente dois anos depois e nessa ocasião foi violentada, chegando a pedir para a relação sexual não continuar, mas não foi atendida.

“Ele usou seu poder (…) e anos de aliciamento sexual para manipulá-la”, diz outro trecho revelado pela reportagem.

Há ainda relatos de que, entre 2010 e 2011, Milosh passou a gravar o sexo do casal. Nikolas alega que o áudio foi usado anos mais tarde na música “Don’t Call It”, em que seria possível ouvi-la gritando “não”.

Ela ainda alega que foi convencida a se casar para que ele, que é canadense, obtivesse o green card, que é a permissão para cidadãos de outros países morarem nos EUA de forma permanente. A relação chegou ao fim em 2016, mas o divórcio saiu apenas em 2019.

Milosh não comentou o caso.