Divulgação/Zeitgeist Films

“American Crime Story” vai abordar o Studio 54 na 4ª temporada

O canal pago FX anunciou o tema da 4ª temporada de “American Crime Story”. A atração vai explorar os bastidores do Studio 54, a discoteca mais badalada de Nova York durante o auge da disco music.

“Studio 54: American Crime Story” contará a história de Steve Rubell e Ian Schrager, que em 1977 transformaram sua discoteca em Manhattan em uma meca internacional da vida noturna para ricos, famosos e anônimos em busca de glamour. Famosa por suas festas luxuosas, música, sexo e uso aberto de drogas, a casa noturna reuniu as maiores celebridades de sua época e ditou modismos, mas também veio à baixo em três anos, quando seus empresários foram condenados por fraude fiscal.

Os problemas começaram depois de Rubell declarar que só a Máfia ganhava mais dinheiro do que o Studio 54 em Nova York. Uma malha fina da Receita Federal levou os proprietários da discoteca a serem acusados ​​de evasão fiscal, obstrução da justiça e conspiração por supostamente sonegar cerca de US$ 2,5 milhões em receitas não declaradas. Rubell e Schrager foram sentenciados a três anos e meio de prisão e multados em US$ 20 mil cada pela acusação de evasão fiscal. Mas não ficaram no prejuízo. O Studio 54 foi vendido em novembro de 1980 por US$ 4,75 milhões.

A produção ainda não tem previsão de estreia.

A 3ª temporada da série ainda está inédita. Intitulada “Impeachment: American Crime Story”, vai abordar o escândalo sexual envolvendo o então presidente dos EUA Bill Clinton e a estagiária Monica Lewinsky, e tem lançamento previsto para 7 de setembro no canal americano.