Instagram/Sérgio Mamberti

Sérgio Mamberti assume bissexualidade em biografia

O ator Sérgio Mamberti assumiu publicamente que é bissexual aos 82 anos de idade. Conhecido por interpretar o doutor Victor de “Castelo Rá-Tim-Bum” (1994–1997) e o mordomo Eugênio em “Vale Tudo” (1988), o ator abordou o assunto, que não era exatamente um segredo, por ocasião do lançamento de sua biografia, “Senhor do Tempo”.

No livro, o intérprete veterano, que esteve recentemente no ar na Globo com a reprise de “Flor de Caribe”, falou sobre os dois grandes relacionamentos que teve na vida, um com uma mulher e outro com um homem.

Seu primeiro casamento foi com Vivian Mehr, que durou 18 anos e resultou em três filhos. Mas ela morreu cedo, aos 37 anos, em 1980. “Nós tínhamos uma sincronia de pensamentos e de criatividade, embora fossemos bem diferentes. Acompanhei a Vivian até os últimos momentos dela, foi um dos momentos mais difíceis que passei na minha vida. Fiquei quase dois anos me recuperando”, explicou Mamberti em entrevista ao Notícias da TV.

Cerca de dois anos após a perda da esposa, quando estava rodando o Brasil com uma peça, ele conheceu Ednaldo Torquato, que acabou se tornando parceiro dele por décadas.

Mamberti diz que o relacionamento com Ednaldo nunca foi um segredo, já que todos os amigos e família sabiam. “Como é que eu ia esconder dos meus filhos que eu estava com um companheiro, sendo que ele morava comigo?”, contou.

Este casamento durou 37 anos e também só acabou com a morte do parceiro.

Ele lembrou que Ednaldo o ajudava muito em casa e também na criação dos filhos, pois precisava viajar muito com o teatro. Os dois ainda adotaram uma filha e ficaram juntos até 2019, quando Ed, como era conhecido, morreu aos 62 anos.

“Sei que nunca vou me recuperar dessas duas perdas, mas a vida exige coragem e esperança para seguir em frente”, conclui Sérgio Mamberti.

Além do relato pessoal, a biografia de Mamberti conta a história do teatro brasileiro. E também tem muitos causos divertidos, como a vez em que acolheu José Wilker (1944-2014) em sua casa, após encontrá-lo dormindo na areia da praia, no Rio de Janeiro, e a ocasião em que se aventurou como sacoleiro com roupas de grife trazidas da Europa, transformando Hebe Camargo (1929-2012) em sua melhor cliente.

Mas a história do ator ainda não terminou de ser escrita. Ele está atualmente trabalhando num longa-metragem e um documentário sobre sua carreira, além de preparar uma série para a internet com seu personagem mais famoso, o doutor Victor do “Castelo Rá-Tim-Bum”.