Twitter/HBO Max

HBO Max mistura “Game of Thrones” com “BBB” e encerra era premium da HBO

A HBO Max divulgou um vídeo para o mercado brasileiro que pode ser considerado divisor de águas, ao apresentar-se como o exato oposto daquilo que HBO clássica sempre jurou representar.

Criadora do slogan “Não é TV, é HBO” para demonstrar que seus programas tinham mais qualidade que a TV comum, o canal mais premiado do Emmy neste século acabou emprestando seu nome e seu prestígio ao lançamento da plataforma de streaming de seu conglomerado. E agora vem o resultado.

A nova campanha da HBO Max no Brasil inverte o velho slogan. Não é HBO, é TV mesmo. Mais especificamente é Globo, no que a Globo tem de mais popular.

Lançado nesta quinta (22/7) nas redes sociais, o vídeo veste integrantes antigos do “BBB” com fantasias de “Game of Thrones”, num contexto de festa temática que valoriza mais o reality show brasileiro que o programa premiado, em falas sobre estalecas, paredão, etc.

A iniciativa também tem cara de “Zorra Total” (humorístico da época em que essas pessoas estavam no “BBB”) e o claro objetivo de popularizar a plataforma de streaming para atrair assinantes de todas as classes sociais, ampliando sua base para muito além da elite que consumia o conteúdo premium (mais caro) da HBO tradicional.

Não é questão de ser contra ou a favor de encontrar “Friends” num produto com o nome HBO. Apenas a constatação de que esses indicadores representam indiscutivelmente o fim de uma era – até pelo barateamento do streaming – e o enterro simbólico de uma grife que se orgulhava de ser diferenciada.