Divulgação/Netflix

Netflix anuncia elenco da série live-action de “Resident Evil”

Netflix anunciou nesta sexta (11/6), durante o último dia da “Geeked Week”, o elenco da série live-action de “Resident Evil”.

Um dos nomes mais conhecidos é o de Lance Reddick, que integrou as séries “Lost”, “Fringe” e a franquia “John Wick”. Ele deve se tornar o primeiro ator negro a interpretar Albert Wesker, o vilão da história.

Outro destaque é Ella Balinska, que ficou conhecida como uma das protagonistas da nova versão cinematográfica de “As Panteras”, de 2019.

Os demais integrantes do elenco são Tamara Smart (de “Clube do Terror”), Siena Agudong (“Upside Down Magic”), Adeline Rudolph (“O Mundo Sombrio de Sabrina”) e Paola Nunez (“Bad Boys Para Sempre”).

Apesar da escalação, a Netflix não confirmou quais papéis os atores desempenharão na trama. Entretanto, a sinopse divulgada pela plataforma dá pistas claras.

A série vai contar uma história inédita, passada no universo da franquia, que será centrada nas filhas do vilão Albert Wesker, introduzido no game original da produtora Capcom, em 1996. Inicialmente um policial coadjuvante, ele foi promovido a principal antagonista, como a figura sombria que manipula os eventos da saga por trás dos bastidores. Nos filmes estrelados por Milla Jovovich, Wesker foi vivido por Shawn Roberts.

A história será dividida em duas cronologias paralelas. Uma parte da história acompanhará as irmãs Jade e Billie Wesker, que aos 14 anos se mudam para New Raccoon City e “descobrem que o pai pode estar escondendo segredos sombrios capazes de destruir o mundo”. Já a segunda parte se passa 15 depois, quando o apocalipse de Wesker reduziu a população da Terra a menos de 15 milhões de habitantes – e a mais de 6 bilhões de monstros: pessoas e animais infectados pelo T-vírus. Jade, com 30 anos, luta para sobreviver “enquanto é assombrada por segredos do passado que envolvem a irmã e o pai”.

Um dos pares formados por Ella Balinska e Tamara Smart ou Siena Agudong e Adeline Rudolph deve representar as filhas.

Foram encomendados, ao todo, oito episódios, que serão escritos pelo showrunner Andrew Dabb (“Supernatural”) e sua equipe. O diretor Bronwen Hughes (“The Walking Dead”) também foi confirmado como responsável pela direção dos dois primeiros episódios.

A série ainda não tem previsão de estreia.

Além desta produção, a franquia de games da Capcom também vai ganhar uma série animada na mesma Netflix, “Resident Evil: No Escuro Absoluto”, que estreia em julho, além de um reboot nos cinemas com uma trama mais fiel aos jogos, estrelado por Kaya Scodelario (“Predadores Assassinos”) e Robbie Amell (“A Babá”) nos papéis dos irmãos Claire e Chris Redfield.