Instagram/Mabel Calzolari

Mabel Calzolari (1999-2021)

A atriz Mabel Calzolari, que apareceu em “Malhação” e fez parte do elenco da novela “Orgulho e Paixão”, exibida pela Globo em 2018, morreu nesta terça (22/6) aos 21 anos após lutar contra uma aracnoidite torácica, doença rara e fatal que causa inflamação da medula espinhal.

Nascida na Argentina, Maria Belén Calzolari mudou-se na infância para Campo Mourão, no interior do Paraná, onde chegou a ser eleita miss infantil local.

Ela recebeu o diagnóstico da doença em 2019, após o nascimento de seu único filho, Nicolas. O menino, que tem hoje 1 ano e 11 meses, é filho do também ator João Fernandes, que se destacou ainda criança nas novelas “Caminho das Índias”, “Avenida Brasil” e “Cordel Encantado”, e recentemente fez a série “1 Contra Todos”.

Calzolari vinha detalhando sua internação nas redes sociais e chegou a tranquilizar os seguidores após uma cirurgia realizada em março.

Durante seu tratamento, ela contou com o apoio de uma campanha financeira com a participação das atrizes Talita Younan, Viviane Araújo, Aline Dias e Monique Curi. Foi a última quem noticiou sua morte nas redes sociais.

“Tudo começou com a aracnoidite, uma inflamação na coluna com a qual ela foi diagnosticada em 2019, pouco depois de dar à luz. A luta dela era para não ficar tetraplégica. A partir daí a gente pediu ajuda. Todo mundo ajudou tanto. Só que, de dezembro para cá, ela abriu a coluna nove vezes. Abrir tanto a coluna desse jeito, eles tentando resolver o problema da aracnoidite, pode ter causado alterações no sistema nervoso. Porque ela começou a ter sintomas, e ninguém conseguia descobrir o que era. Os exames não davam nada. Não tinha infecção, não tinha nada. Ela fez não sei quantas ressonâncias, tomografias, cintilografias… Ela fazia tudo e não dava nada. Na semana passada, ela começou a ter convulsões e começou a não reconhecer mais as pessoas”, contou.

Monique Curi ainda revelou que Mabel Calzolari teve uma parada respiratória na última sexta-feira (18) e precisou ser intubada: “De lá para cá, agravou bastante a situação dela. Porque teve parada respiratória, depois teve parada cardíaca de 12 minutos. Ela estava intubada, começou a não responder mais aos estímulos. A gente foi no domingo visitá-la. Foi ontem. Porque ontem verificaram um inchaço grande no cérebro dela. Provavelmente já estava ocorrendo a morte cerebral. Porque, quando acontece inchaço muito grande no cérebro, o sangue não chega”, explicou.

“Eles pediram até hoje para dar uma resposta. Tiraram a sedação dela, fizeram todos os exames para confirmar a morte cerebral. Confirmando a morte cerebral, de acordo com a lei, é dado o óbito. Vinte e um anos, linda, carisma, de uma bondade, mãe do Nicolas, filha da Silvinha, que está destruída. Ela não está aqui mais. Agora, só pedir a Deus que a receba, que ela fique bem. Agradecer a cada um de vocês que participaram com orações, com a vaquinha. O dinheiro da vaquinha vai para a Silvinha. Ela vai precisar muito”, finalizou.

João Fernandes também se despediu da ex-mulher no Instagram.

“Eu sempre enxerguei suas fraquezas, seus medos, mas ninguém nunca lutou tão bem contra eles quanto você. Você nunca chegou a ter a real noção do tamanho da sua grandeza e força”, escreveu ele em um trecho.

Em seu Instagram, ela própria escreveu: “Somos instantes, e sou grata por ter vivido cada um deles!”. Ao lado do texto, uma foto em que mostrava a cicatriz na sua coluna, o filho e o ex-marido.