Instagram/Samantha Schmütz

Artistas protestam contra marca de 500 mil mortes por covid-19

Jair Bolsonaro enfrentou repúdio generalizado neste sábado (19/6), quando o Brasil ultrapassou a marca de 500 mil mortos por covid-19, tornando-se o segundo país com mais vítimas da doença em todo o mundo, atrás apenas dos Estados Unidos. Além das passeatas que tomaram as ruas das principais cidades do país, as redes sociais também alimentaram um grande protesto virtual.

Em meio às manifestações digitais, diversos atores e famosos lamentaram as vidas perdidas, pediram justiça e multiplicaram a hashtag #forabolsonaro.

Entre os protestos mais tocantes, a atriz Bette Goulard que perdeu a mãe para a doença, postou uma foto com a urna das cinzas de Nicette Bruno ao lado da mensagem: “500 mil vozes em silêncio”.

Debochando das mortes, o Ministro da Comunicação Fábio Faria publicou um post polêmico nas redes sociais. “Infelizmente, eles torcem pelo vírus”, ele escreveu sobre os protestos, dois dias depois de Bolsonaro defender que a melhor vacina era o contágio pelo vírus.

Veja abaixo algumas das postagens impulsionadas pela tragédia.