Divulgação/The CW

Ruby Rose diz que aceitaria voltar para a série Batwoman

A atriz Ruby Rose se disse disposta a voltar à série “Batwoman”, que ela abandonou logo após o fim da 1ª temporada, exibida no ano passado. A atriz se machucou durante as gravações e teria pedido para sair por causa do ritmo intenso e horas excessivas de trabalho, além de assumir que a pandemia foi determinante para a sua decisão.

Desde sua saída da série, ela estrelou o filme de ação “A Protetora”, destruído pela crítica, e filmou mais dois thrillers de ação e uma comédia inéditos.

“Estou seguindo em frente com outros papéis, é claro, já que eu fiz três filmes desde então”, ela contou, em entrevista ao site Comic Book Movie sobre seu atual projeto, “SAS: Red Notice”, que estreia nesta sexta (12/3) nos EUA, antes de se dizer aberta ao retorno.

“Com certeza faria (a série). Não sei se isso seria bom para a história, porque acho que construir uma nova Batwoman é mais importante do que trazer Kate Kane de volta, mas claro que eu faria, faria qualquer coisa que eles quisessem sobre isso”, disse ela. E acrescentou: “Não assisti a tudo, mas vi alguns episódios e acho que eles estão lidando com tudo de uma forma muito bonita. Acho que é a hora dela de brilhar”.

Como sua saída foi definida entre as duas temporadas, a showrunner Caroline Dries criou um mistério sobre o destino de sua personagem, Kate Kane, a Batwoman original, ao mesmo tempo em que apresentou uma substituta, Ryan Wilder, interpretada por Javicia Leslie. Apesar de pistas iniciais indicarem sua morte num acidente de avião, a narrativa sugere que ela estaria apenas – e literalmente – desaparecida.

Dries já afirmou que não pretende matar Kate Kane, porque isso seria compactuar com um clichê homofóbico televisivo, que já resultou em muitas mortes de personagens LGBTQ+ em séries.

A boa vontade de Ruby Rose poderia permitir seu retorno para uma despedida da personagem.

“Batwoman” é exibida no Brasil pelo canal pago HBO.