Divulgação/Harpo Productions

Príncipe Harry diz que racismo o levou a trocar Reino Unido pelos EUA

O programa “CBS This Morning” repercutiu na manhã desta segunda (8/3) a entrevista explosiva do Príncipe Harry e sua esposa Meghan Markle à apresentadora-empresária Oprah Winfrey, exibida na rede CBS na noite de domingo. E além de discutir os momentos mais polêmicos da conversa, também exibiu trechos inéditos, que aumentam o teor volátil do material.

Disponibilizados também nas redes sociais, os trechos trazem o Príncipe Harry comentando o racismo do Reino Unido, que ele diz tê-lo levado e a sua esposa a trocar seu país pelos Estados Unidos

Num dos vídeos, Winfrey pergunta: “Você saiu do país por causa do racismo?”

A resposta do Príncipe Harry, após uma longa pausa, é: “Foi uma grande parte disso”.

Usando como exemplo um incidente ocorrido durante um evento de arrecadação beneficente, Harry explicou: “Uma das pessoas naquele jantar me disse: ‘Por favor, não faça isso com a mídia. Eles vão destruir sua vida’. Essa pessoa era amiga de muitos editores e eu lhe disse: ‘Então, apenas para elaborar, o que você quer dizer com isso?’ Obviamente eu sabia. Ele disse: ‘Você precisa entender que o Reino Unido é muito preconceituoso’. E eu parei e respondi: ‘O Reino Unido não é preconceituoso – a imprensa do Reino Unido é preconceituosa, especificamente os tabloides. É isso que você quer dizer?’ E ele continuou: ‘Não, o Reino Unido é fanático’. Eu disse: ‘Discordo totalmente’. Mas, infelizmente, se a fonte de informação for inerentemente corrupta, racista ou tendenciosa, isso será filtrado para o resto da sociedade”, concluiu Harry.

Em outro trecho, Harry revela que, depois que o casal anunciou sua decisão de se afastar da família real, os planos para eles se encontrarem com sua avó, a Rainha, mudaram abruptamente, com a agenda da monarca repentinamente lotando, de modo que ela ficava “ocupada todos semana”.

Quando Winfrey perguntou “A Rainha não consegue fazer o que a Rainha quer?”, Harry respondeu: “Quando você é o chefe da ‘instituição’, há pessoas ao seu redor que lhe dão conselhos. E o que também me deixou muito triste é que alguns desses conselhos foram muito ruins.”

Há muito mais material inédito, segundo a apresentadora. “A entrevista teve 200 minutos, que foram editados para 85 minutos” para a televisão, disse Winfrey.

Sobre as revelações chocantes sobre a preocupação da família real com cor da pele de Archie, o bebê de Harry e Meghan Markle, Winfrey disse, durante sua participação no “CBS This Morning”, que o Príncipe não revelou a identidade do membro que fez a observação, “mas ele queria ter certeza de que eu soubesse e compartilhasse que não foi sua avó [a Rainha] nem seu avô [Príncipe Philip]. Eles não faziam parte dessas conversas. ”

O casal também afirmou que não recebeu nenhum pedido de desculpas da família real pelas situações que os fizeram partir. “A sensação é que a decisão foi nossa e, portanto, as consequências recaem sobre nós”, disse Harry em outro trecho inédito.

“Tem sido muito difícil, porque faço parte do sistema como eles, sempre fiz, mas estou muito ciente disso, que meu irmão não pode sair desse sistema, mas eu saí”, concluiu o Príncipe.

No vídeo, Meghan Markle também diferencia o tratamento dispensado pela mídia do Reino Unido contra ela e Kate Middleton, sua cunhada, dizendo que a imprensa sempre tinha sido rude com Kate, mas “rude e racista não são a mesma coisa”.

Veja os trechos abaixo.