Divulgação/Elo Company

Medida Provisória: Filme de Lázaro Ramos é elogiadíssimo por críticos dos EUA

Primeiro longa dirigido por Lázaro Ramos, “Medida Provisória” encantou os críticos dos EUA ao integrar a programação do Festival SXSW. Exibido na mostra de cinema independente nesta semana, o filme conquistou críticas elogiosíssimas e atingiu, com as resenhas positivas iniciais, 100% de aprovação no site Rotten Tomatoes.

“Polêmico e provocativo, ‘Medida Provisória’ parece um filho de ‘Corra!’ com ‘The Handmaid’s Tale’, uma interseção de distopia fascista e preconceitos antigos trazidos fervendo para a superfície”, publicou o site Silver Screen Riot.

“O diretor da ‘Medida Provisória’, Lázaro Ramos, pegou elementos de filmes como ‘Uma Noite de Crime’ e deu a eles um toque racial oportuno. E mesmo com um conceito tão perturbador, o filme consegue ser uma viagem emocionante”, descreveu o Monsters and Critics.

“O que torna ‘Medida Provisória’ tão eficaz é sua plausibilidade assustadora… [que] acaba atingindo o alvo com uma descrição visceral de uma sociedade intolerante, que parece muito familiar”, acrescentou o Awards Radar.

“Há o suficiente aqui para preencher uma minissérie ou série semanal, e vale a pena imaginar como isso poderia acontecer. Mas o que isso significa é que ‘Medida Provisória’ traz muito para a mesa”, ponderou o jornal Austin Chronicle, da cidade-sede do SXSW.

“A direção é excelente, o elenco está dando tudo de si e os temas são relevantes e precisam ser discutidos”, elogiou o Film Threat.

“Medida Provisória” é uma adaptação da tragicomédia “Namíbia, Não!”, que Lázaro Ramos já tinha dirigido no teatro. A trama distópica se passa num futuro não muito distante, em que uma nova lei do governo federal manda deportar todos os brasileiros de “melanina acentuada” para o continente africano.

Alfred Enoch, que ficou conhecido como Dean Thomas na franquia “Harry Potter” e o Wes das primeiras temporadas de “How to Get Away with Murder” (ou “Lições de um Crime” na Globo), é o protagonista da história. O ator nasceu em Londres, na Inglaterra, mas sua mãe é brasileira e ele fala português fluentemente.

No filme, ele contracena com Taís Araújo (“Mister Brau”), Seu Jorge (“Paraíso Perdido”), Mariana Xavier (“Minha Mãe É uma Peça”), Adriana Esteves (“Benzinho”), Luís Miranda (“Crô em Família”), Renata Sorrah (“Árido Movie”), Jéssica Ellen (“Três Verões”) e o rapper Emicida.

Vale observar que, a esta altura, “Medida Provisória” já passou outros festivais internacionais, inclusive nos EUA, onde se destacou com prêmios e ainda mais elogios.

O filme de Lázaro Ramos venceu o troféu de Melhor Roteiro no Indie Memphis Film Fest e foi considerado o “melhor filme brasileiro desde a ‘Cidade de Deus’” no festival Pan African Film.

Em uma live recente, a atriz Jéssica Ellen afirmou que “Medida Provisória” deve marcar a história do cinema nacional. “Será o nosso ‘Pantera Negra’, com os pretos no posto de heróis”, disse.