Divulgação/Marvel

Intérprete do novo “Capitão América” fez testes para viver o herói original

O ator Wyatt Russell, intérprete de John Walker, o novo “Capitão América” em “Falcão e o Soldado Invernal”, revelou que fez teste para ser o Capitão América original no primeiro filme do herói, lançado em 2011.

“Acho que é uma história engraçada, e, honestamente, foi o primeiro teste em que eu tive algo para ler para ver se eu era bom atuando ou não. [Mas] acho que eu nunca estive realmente no páreo para o papel”, disse o ator em entrevista à edição de sexta-feira (26/3) do programa “Good Morning America”.

Na semana passada, ele chegou a dizer que esperava não ser muito odiado por substituir Chris Evans no papel.

“Espero que não me odeiem muito. Mas seria uma honra, eu acho, ser desprezado no Universo Marvel”, disse Russell ao jornal USA Today.

O personagem de Russell entrou na série de uma forma diferente de sua introdução nos quadrinhos. Criado por Mark Gruenwald e Paul Neary em 1986, John Walker foi introduzido como o vilão de extrema direita Super Patriota e, graças a manipulações do Caveira Vermelha, acabou virando o Capitão América quando Steve Rogers foi forçado a abandonar sua identidade. Mais tarde, adotou o nome de Agente Americano, quando Rogers recuperou seu escudo e uniforme, e passou a se tornar aliado do Falcão e do Soldado Invernal.

Na série, Walker é escolhido pelo governo americano para virar o novo Capitão América. Ao se aposentar em “Vingadores: Ultimato”, Steve Rogers (Chris Evans) deixou seu escudo para o Falcão (Anthony Mackie), que é convencido pelas autoridades a aposentar o símbolo do herói como forma de homenagear o legado do amigo. Ele só não esperava ser traído com o anúncio de um novo Capitão América branco.

“Falcão e o Soldado Invernal” é escrita por Malcolm Spellman (da série “Empire”) e dirigida por Kari Skogland (“The Handmaid’s Tale”), e exibe novos episódios todas as sextas-feiras na Disney Plus.