Divulgação/Disney

Disney tira Free Guy e Morte no Nilo do calendário

A Disney tirou seus últimos lançamentos de 2020 do calendário.

“Free Guy”, comédia original em que Ryan Reynolds vive um personagem de videogame, e “Morte no Nilo”, continuação de “Assassinato no Expresso do Oriente” (2017), deveriam estrear, respectivamente, em 11 e 18 de dezembro. Agora, não tem mais previsão de lançamento.

O estúdio não remarcou suas estreias, abrindo a possibilidade de lançamentos digitais.

Nas últimas semanas, a Disney optou por trocar a estreia cinematográfico de “Soul”, que deveria chegar aos cinemas dos EUA em 20 de novembro, por um lançamento em streaming na Disney+ no dia de Natal.

Com a retirada dos dois títulos, “Mulher-Maravilha 1984” é agora oficialmente o único lançamento de peso previsto para os cinemas em dezembro, mas ninguém aposta que a Warner, após perder dinheiro com “Tenet”, insista em manter o filme nesta data, considerando que as salas de Los Angeles e Nova York continuam fechadas, os números de covid-19 só aumentam nos EUA e o mercado europeu optou por fechar após a incidência de uma segunda onda da pandemia.

Apenas a Universal Pictures parece ter encontrado uma alternativa para este cenário. O estúdio está mantendo a animação “Os Croods 2: Uma Nova Era” em 25 de novembro, graças a um acordo com a rede de cinemas AMC para encurtar a janela de projeção. Diante da situação atual, as outras redes devem aceitar as mesmas condições, permitindo a exibição do filme nos cinemas e também dando tempo para um lançamento digital antes do Natal.

A Universal também está mantendo seus filmes menores no calendário de fim ano, como o terrir “Freaky – No Corpo de um Assassino” e a comédia “Promising Young Woman”.

“Freaky” e “Os Croods 2” tem estreias marcadas para 10 e 24 de dezembro no Brasil.