Divulgação/Netflix

Cancelamento de A Ordem gera grande revolta contra a Netflix

Os assinantes estão revoltados com a Netflix pelo cancelamento de “A Ordem” na 2ª temporada e num momento de grande aflição da trama.

Talvez ciente do tamanho do fandom da atração, a empresa nem teve coragem de fazer o anúncio, deixando para o criador da série, Dennis Heaton, a missão inglória de publicar a notícia nas redes sociais no sábado (14/11).

O fato é que o cancelamento repercutiu como poucos. As haghtags #TheOrder, #SaveTheOrder e #CancelNetflix entraram nos trending topics do Twitter neste domingo.

De um lado, muita tristeza. De outro, tentativas idealistas, como uma petição para pedir a reversão da medida.

Mas, pela primeira vez, o sentimento que predominou entre todos foi a raiva. O cancelamento de “A Ordem” teria sido a gota d’água, após um ano de muitas decepções com o serviço, a ponto de os assinantes questionarem acintosamente a política de cancelamentos para demonstrar que a prática começou a minar a credibilidade da plataforma.

“Espera aí, ‘A Ordem’ foi cancelado no Netflix!?! É por isso que a Netflix não é confiável”, apontou um tuite, num tema ecoado por muitos nos EUA.

O tom é completamente diferente de lamentos anteriores. A Netflix cancelou séries demais e agora precisa lidar com acusações de falta de consideração, feitas por seus próprios usuários. Para muitos, já não há mais confiabilidade no serviço.

“Quem agora vai querer assistir uma série nova da Netflix, sabendo que ela pode acabar num cliffhanger e nunca ter final?”, repercutiu um usuário sobre a questão principal.

Outra pessoa observou um detalhe importante, reparando numa tendência: a lista de cancelamentos da Netflix é formada majoritariamente por séries adolescentes sobrenaturais. É um nicho inteiro que a Netflix está eliminando, e que alimenta o fandom mais forte nas redes sociais.

“‘The Society’, ‘A Ordem’, ‘Daybreak’, ‘I’m Not Ok with This’ e ‘O Mundo Sombrio de Sabrina’, a Netflix está cancelando todas as séries que eu gosto. Para que continuar assinando, então?”

Para alguns, a empresa nem se esforçou para anunciar a 2ª temporada de “A Ordem”, como se já tivesse decidido cancelar antes da estreia dos novos episódios.

“Em primeiro lugar, eu só assisto programas como este e não vi anúncios para este programa. Eles nem mesmo anunciaram essa série, enquanto apostaram alto em programas de baixa qualidade.”

Outra pessoa comparou as críticas positivas de “The Order” com as negativas de “Emily in Paris” para descrever o que considera “séries de mer**” que a Netflix renova. “Com 100% no Rotten Tomatoes, ‘The Order’ é cancelada. Com 64%, a porcaria da série de mer** ‘Emily in Paris’ é renovada. Sabe o que mais vai ser cancelado? Minha assinatura”, reclamou uma fã passadíssima.

E teve quem listasse as séries renovadas, incluindo “Space Force”, “Young Wallander” e “Elite” ao lado de “Emily in Paris” para demonstrar o que a Netflix estava virando.

“Eu só queria dizer, do fundo do meu coração: F***-se Netflix por cancelar as melhores séries”, disse outro.

“Seriamente, Netlix, pare de matar as melhores séries e deixar as de mer**. Não admira que todos que conheço estejam cancelando suas assinaturas”, acrescentou mais um.

O povo está estressadíssimo.

Veja uma rápida amostragem abaixo.