Divulgação/Paramount

Um Príncipe em Nova York 2 troca cinemas pelo streaming

A Paramount tirou a comédia “Um Príncipe em Nova York 2” dos cinemas. Segundo a revista Variety, o estúdio vendeu os direitos de distribuição do longa para a Amazon por US$ 125 milhões.

Apesar do negócio estar bem encaminhado, o acordo ainda depende da assinatura de Eddie Murphy, que produz e protagoniza o filme. De todo modo, a estreia já está até agendada: para 18 de dezembro em streaming.

A nova história vai se passar mais de 30 anos depois do filme original e encontrará o personagem de Murphy de volta aos Estados Unidos para encontrar um filho que não conhecia.

A direção é de Craig Brewer (“Meu Nome é Dolemite”), com roteiro de Kenya Barris (criador da série “Black-ish”), e o elenco também traz de volta Arsenio Hall e James Earl Jones, do filme original, além de incluir Wesley Snipes (“Os Mercenários 3”), Tracy Morgan (“The Last O.G.”), Leslie Jones (“Caça-Fantasmas”) e Jermaine Fowler (“Superior Donuts”).

A venda para a Amazon reflete a estratégia da Paramount para fazer caixa durante a pandemia. Com os cinemas ainda fechados em Los Angeles e Nova York, o estúdio não tem esperado a volta ao “normal” e está fazendo negócios com as plataformas de streaming.

Um dos títulos anteriores da Paramount que trocou o lançamento cinematográfico pelo digital foi o esperado “Os 7 de Chicago”, de Aaron Sorkin, que originalmente deveria ter uma distribuição ampla nos cinemas neste mês, mas foi vendido para a Netflix por US$ 56 milhões. O drama baseado numa história real, que tende a ser um forte candidato ao Oscar, será lançado pela Netflix nesta sexta-feira (16/10).