Divulgação/ABC

Sacha Baron Cohen encarna Borat e deixa Jimmy Kimmel sem calças na TV

O ator Sacha Baron Cohen participou do programa “Jimmy Kimmel Live” à caráter na noite de segunda-feira (19/10) para divulgar o segundo filme de Borat. Encarnando o personagem, ele fez tudo, menos conceder uma entrevista.

Na verdade, foi Borat/Cohen quem fez perguntas, questionando Kimmel sobre dados que indicariam se ele tem coronavírus. Por exemplo: “Você passou mais de 15 minutos, na última semana, na companhia de judeus?” e “Como membro da elite de Hollywood, você bebeu sangue de crianças recentemente?”.

No divertido segmento, Borat sujeitou Kimmel às situações mais ridículas possíveis, chegando até a tirar as calças do apresentador no ar, com ajuda de sua “filha” (interpretada pela atriz búlgara Maria Bakalova).

O programa também exibiu uma cena de “Borat 2”, que já tinha sido vista no trailer oficial. Nela, Borat leva sua filha para uma clínica evangélica no interior dos EUA, após ela engolir uma miniatura de bebê, e pede ajuda do pastor que os atende tirar “o bebê” de dentro dela. Para realçar o absurda da situação, Borat causa ainda mais constrangimento ao dizer que “se sente culpado, pois foi o responsável por colocar o bebê dentro da filha”.

Lançado em 2006, o primeiro “Borat” se valeu do fato de Cohen não ser tão conhecido para se tornar o filme de pegadinha mais eficaz e engraçado de todos os tempos. Encarnando Borat Sagdiyev, um jornalista desajeitado da rede estatal de TV do Cazaquistão, ele desfilou seu inglês ruim e vários preconceitos com a desculpa de fazer um documentário sobre a vida nos EUA. E conseguiu convencer várias pessoas de que era uma pessoa real, registrando suas reações a situações tão inesperadas quanto ridículas.

Depois disso, o comediante usou tática semelhante para enganar conservadores famosos em seu programa de TV “Who’s America”, exibido nos EUA em 2018, sempre fingindo ser um personagem de extrema direita.

“Borat: Fita de Cinema Seguinte” surge como uma mistura das duas abordagens, em que Cohen aparece como o velho e conhecido Borat e também como Borat disfarçado de conservador radical, que convence americanos comuns a mostrarem o que tem de pior.

A estreia está marcada para esta sexta-feira (23/10) em streaming, exclusivamente na Amazon Prime Video.