Divulgação/Paramount

Kate Mulgrew vai voltar a viver a capitã Janeway em série animada de Star Trek

A atriz Kate Mulgrew, que foi indicada ao Emmy por viver Galina “Red” Reznikov, a cozinheira russa da série “Orange Is the New Black”, vai retomar outro papel marcante de sua carreira. Ela entrou na nova série de animação “Star Trek: Prodigy”, onde vai reviver a capitã Kathryn Janeway.

Mulgrew foi a primeira mulher a protagonizar uma série do universo “Star Trek”, estrelando “Star Trek: Voyager” de 1995 a 2001, como a capitã da nave do título. Ela também apareceu brevemente como Janeway no cinema, em “Star Trek: Nemesis” (2002).

“Eu investi cada centelha do meu ser na capitã Janeway e mal posso esperar para dotá-la de nuances que nunca fiz antes em ‘Star Trek: Prodigy'”, disse Mulgrew em um comunicado. “Como é emocionante ser capaz de apresentar a essas mentes jovens uma ideia que elevou o mundo por décadas. Estar no comando novamente será profundamente gratificante de uma nova maneira para mim.”

A participação foi anunciada nesta quinta-feira (8/10) durante a Comic Con de Nova York, mas a série animada já vinha sendo mencionada desde julho. Ao contrário das demais atrações do universo trekker, veiculadas na plataforma CBS All Access (Paramount+ a partir de 2021), “Star Trek: Prodigy” será uma produção voltada para crianças e disponibilizada no canal pago Nickelodeon.

Desenvolvida pelos irmãos Dan e Kevin Hageman, que venceram o Emmy 2018 como roteiristas da série animada “Caçadores de Trolls: Contos de Arcadia”, “Prodigy” também será a primeira produção com animação em CGI (computadorizada) de “Star Trek”.

Na trama, um grupo de adolescentes encontra, por acaso, uma nave abandonada da Frota Estelar e passa a usá-la para viver várias aventuras e dar novo sentido as suas vidas.

Não está claro como a capitã Janeway entra neste contexto, mas o produtor executivo Alex Kurtzman deu uma dica.

“Esta capitã seguia um padrão diferente de seus antecessores. Esta capitã precisou incorporar um nível desumano de perfeição para ser aceita como ‘boa o suficiente’ pelos céticos, mas mostrou a todos o que isso significava, tornando-se verdadeiramente notável. Não podemos pensar em nenhum capitão melhor para inspirar a próxima geração de sonhadores na Nickelodeon, do que esta”, o produtor disse, em comunicado.