Divulgação/Warner

Clint Eastwood negocia estrelar e dirigir faroeste moderno aos 90 anos

Clint Eastwood não quer nem saber de se aposentar. Aos 90 anos, ele está negociando seu retorno à frente e atrás das telas, para estrelar e dirigir o longa “Cry Macho” para a Warner Bros.

De acordo com a publicação, o diretor já está procurando as locações para começar o trabalho, ainda que o filme não tenha recebido uma encomenda formal de produção.

“Cry Macho” é baseado no livro homônimo de 1975, escrito por N. Richard Nash, que tem clima de faroeste moderno e gira em torno de um ex-astro de rodeio e criador de cavalos que aceita o pedido de um antigo patrão para trazer o filho do homem para casa, afastando-o de sua mãe alcoólatra.

Atravessando a zona rural do México em seu caminho de volta para o Texas, a dupla enfrenta uma jornada inesperadamente desafiadora, durante a qual o cavaleiro cansado do mundo tenta encontrar seu próprio senso de redenção ensinando ao menino o que significa ser um bom homem.

O último filme em que Clint Eastwood atuou foi “A Mula”, de 2018, depois de um hiato de seis anos. Ele também dirigiu “A Mula”, como fará em “Cry Macho”.