Divulgação/Freeform

Pretty Little Liars: Nova série é oficializada. Conheça os detalhes

É oficial: a HBO Max vai reviver “Pretty Little Liars”.

A plataforma de streaming encomendou uma nova versão do antigo e maior hit do canal pago Freeform, da Disney, mas a criadora da série original, I. Marlene King, não foi convidada a participar do projeto.

O criador de “Riverdale”, Roberto Aguirre-Sacasa, foi o escolhido pela Warner para desenvolver o reboot da série, que vai reimaginar a atração apenas três anos após o fim da série original. Ele vai escrever os episódios com sua colaboradora em “O Mundo Sombrio de Sabrina”, Lindsay Calhoon Bring.

“Somos grandes fãs do que I. Marlene King e seu elenco icônico criaram. Sabíamos que tínhamos que tratar a série original como cânone e fazer algo diferente”, disseram Aguirre-Sacasa e Bring em um comunicado conjunto nesta quinta (24/9). “Então, estamos nos inclinando para o suspense e o terror nesta reinicialização, que esperançosamente honrará o que os fãs amaram na série de sucesso, enquanto entrelaça elementos novos e inesperados.”

Para demonstrar que se trata de uma nova série com novos personagens e abordagem, a produção terá subtítulo. Vai se chamar “Pretty Little Liars: Original Sin”.

No comunicado divulgado probre a produção, a HBO Max descreveu a premissa da seguinte forma: “Vinte anos atrás, uma série de eventos trágicos quase destruiu a cidade operária de Millwood. Agora, nos dias atuais, um grupo de meninas adolescentes díspares – um novo conjunto de ‘Little Liars’ – se vê atormentado por um agressor desconhecido e é obrigado a pagar pelo pecado secreto que seus pais cometeram há duas décadas… bem como o seu próprio. No sombrio drama de terror e amadurecimento ‘Pretty Little Liars: Original Sin’, nos encontramos a quilômetros de Rosewood, mas dentro do universo existente de ‘Pretty Little Liars’ – em uma cidade totalmente nova, com uma nova geração de mentirosinhas.”

A série original durou sete temporadas, de 2010 a 2017, e ajudou a popularizar o antigo canal ABC Family e servir de ponte para sua transformação no Freeform. Além disso, deslanchou a carreira dos membros do elenco, especialmente do quarteto formado por Lucy Hale, Troian Bellisario, Ashley Benson e Shay Mitchell, intérpretes das Pretty Little Liars do título.

Graças a esse sucesso, a produtora I. Marlene King já tinha tentado emplacar dois spin-offs, “Ravenswood” (2013) e “The Perfectionists” (2019), mas ambos foram cancelados após a 1ª temporada, sem repetir a mesma audiência.

Mas vale lembrar que, embora a primeira versão televisiva tenha sido criada por King, “Pretty Little Liars” é, na verdade, inspirada numa coleção literária da escritora Sara Shepard. Por sinal, a trama dos livros é bem diferente, mas mantém doses parecidas de absurdos, como uma irmã gêmea malévola e secreta como grande vilã da saga.

O projeto ainda não foi oferecido ao mercado, mas o THR sugere que o serviço de streaming HBO Max, da própria Warner, é considerado o destino potencial para a série.

A

O grande sucesso da série original ajudou a estabelecer a carreira de membros do elenco, especialmente do quarteto formado por Lucy Hale, Troian Bellisario, Ashley Benson e Shay Mitchell, intérpretes das mentirosinhas do título.

O showrunner de Riverdale, Roberto Aguirre-Sacasa, está liderando a série, intitulada Pretty Little Liars: Original Sin . Aguirre-Sacasa co-escreverá a série ao lado de seu colaborador Chilling Adventures of Sabrina, Lindsay Calhoon Bring. A criadora da série original I. Marlene King não está envolvida.