Wikimedia Commons

Elon Musk chama Johnny Depp para briga após ser citado em processo

Com seu nome envolvido no processo movido por Johnny Depp contra o jornal The Sun por difamação, o empresário Elon Musk resolveu chamar o ator para a briga. Literalmente.

A defesa de Depp alegou que a ex-esposa do ator, a atriz Amber Heard, teve um caso com o proprietário da fábrica de veículos Tesla enquanto ainda era casada. Musk contestou essa versão, afirmando que só teve um relacionamento com a atriz após a separação dela.

“Eu não tive um romance com a Amber durante o casamento dela com o Johnny, isso é absolutamente falso”, afirmou Musk ao jornal americano The New York Times. “Eu também não tive nenhum romance a três”, acrescentando, em relação a outra denúncia da defesa de Depp, de que Heard, Musk e a atriz Cara Delevingne protagonizaram uma orgia na casa do ator.

E arrematou: “Se o Johnny quiser uma luta em uma gaiola é só me avisar”.

Johnny Depp moveu processo contra o jornal britânico The Sun após ter sido chamado de “espancador de esposa”. Seu casamento com Heard terminou no final de 2016, quando a atriz acusou o ator de violência doméstica. Ela acabou namorando Musk em seguida, mas o relacionamento foi breve.

O julgamento trouxe à tona muitos detalhes escandalosos da vida privada do casal, acompanhados por fotos e depoimentos de Heard que alegam uma rotina de abusos e surtos violentos de Depp, motivados por ciúmes doentios e excessos de drogas e álcool.

Depp afirma que nada disso aconteceu e que o depoimento de Heard e suas testemunhas é “uma farsa cuidadosamente coreografada”. Ele também abriu um processo por difamação contra a atriz nos EUA, o que deve manter esta história escandalosa em evidência por muito tempo.