Divulgação/FilmDistrict

Brigas de Johnny Depp e Amber Heard começaram na lua de mel

Um trecho do diário da atriz Amber Heard (“Aquaman”), lido em voz alta durante a batalha jurídica de Johnny Depp contra o tabloide britânico The Sun na corte londrina, revelou que as brigas do ex-casal começaram já na lua de mel.

Heard escreveu em seu diário sobre uma briga “terrível” com seu ex-marido em uma viagem de trem durante a lua de mel de 2015 no sudeste da Ásia. A informação é do próprio The Sun, que, como parte do processo, tem acesso a todo o julgamento.

“Nossa luta foi terrível. Johnny … a certa altura, entolou a camisa em volta do meu pescoço… Ele me bateu várias vezes. Nem sei como acabei com esse nó enorme e bastante irritante na parte de trás da minha cabeça… M****, eu odeio isso”, escreveu a atriz.

No trecho seguinte, lido por Sasha Wass, advogada do jornal, Heard se repreende por ter “permitido” a briga.

“Depois de três horas de sono e a briga terrível que tivemos na noite passada, nós dois somos zumbis ambulantes hoje. Uma noite que terminou às 3h30 e foi brutalmente interrompida pela chegada iminente do trem à estação de Cingapura muito cedo nesta manhã. Depois de três horas de sono, parecia uma ressaca ainda mais brutal do coração. A mágoa na noite passada foi particularmente ruim. Eu odeio permitir isso, nunca mostrando que há uma linha que não se deve ultrapassar.”

Depp está processando o Sun e seu editor executivo Dan Wootton após ser descrito como um “espancador de esposa” – algo que ele alega veementemente não ser.

O julgamento entrou em sua segunda semana, com testemunhos de ex-funcionários do casal que alegam nunca ter visto Depp bater em Heard.

Após ler o diário, a advogada do Sun questionou o segurança pessoal de Depp, Malcolm Connolly, que defendeu o ator, se ele saberia informar se a briga descrita aconteceu. “Então, se uma briga tivesse ocorrido às 3h30 da manhã, você acha que necessariamente saberia sobre isso?”, questionou Wass. Connolly respondeu: “Eu nunca saberia sobre isso”.