Grant Gustin se manifesta após demissão de ator da série The Flash

Grant Gustin, estrela da série “The Flash”, manifestou-se nas redes sociais sobre a demissão de Hartley Sawyer, intérprete do Homem-Elástico na série.

O intérprete de Barry Allen, o Flash, repostou o texto do showrunner Eric Wallace, que se disse de coração partido pelos tuítes racistas e machistas escritos por Sawyer, e acrescentou seus próprios comentários.

Falando para seus seguidores no Instagram, Gustin revelou que “ficou chocado, triste e com raiva” quando viu os tuítes ofensivos. “Palavras importam”, acrescentou.

O ator foi demitido da produção nesta segunda (8/6), após os tuítes contendo referências misóginas e racistas virem à tona. Eram postagens antigas, feitas antes de Sawyer ingressar na série, com tentativas de humor com referências à agressões sexuais e repletos de linguagem racista e homofóbica. A conta do Twitter de Sawyer chegou a ser excluída, mas capturas de tela dos textos chocantes começaram a se multiplicar após a primeira denúncia.

Sua demissão ocorreu em meio a protestos internacionais contra o racismo, após a morte de George Floyd, em 25 de maio, por policiais brancos nos EUA.

Após sua demissão, Sawyer publicou um pedido de desculpas no Instagram. “Minhas palavras, independente de serem feitas com uma intenção de humor, eram dolorosas e inaceitáveis. Tenho vergonha de ter sido capaz dessas tentativas realmente horríveis de obter atenção naquele momento. Lamento profundamente. Não era um comportamento aceitável. Essas foram as palavras que joguei na época sem pensar nem reconhecer o dano que poderiam causar, e que agora causaram hoje”, escreveu.

O ator se juntou a “The Flash” em 2017 como Ralph Dibny, o Homem-Elástico, e se tornou um integrante fixo do elenco em 2018.