Festival de Cannes: curta brasileiro entra na seleção da Semana da Crítica

Um dia após a divulgação da seleção principal do Festival de Cannes, com o longa brasileiro “Casa de Antiguidades”, os organizadores da mostra paralela Semana da Crítica revelaram os 15 filmes que fariam parte de sua edição de 2020 e receberão o seu “selo de aprovação”.

A lista inclui outro filme nacional, o curta-metragem “Menarca”, da diretora Lillah Hallah. A história é focada em Nanã e Mel, duas garotas que vivem em uma vila de pescadores no interior do país, estranhamente infestada por piranhas.

Além de receber o selo de aprovação, os títulos selecionados pelo Sindicato dos Críticos Franceses de Cinema podem ser exibidos em outros festivais durante o ano.

Confira abaixo a seleção completa.

Longas:

“After Love”, de Aleem Khan (Reino Unido)
“De l’Or Pour Les Chiens”, de Anna Cazenave Cambet (França)
“La Nuée”, de Just Philippot (França)
“Sous Le Ciel d’Alice”, de Chloé Mazlo (França)
“La Terre des Hommes”, de Naël Marandin (França)

Curtas:

“August 22, This Year”, de Graham Foy (Canadá)
“Axsama Dogru”, de Teiomur Hajiyev (Azerbaijão)
“Dustin”, de Laila Guiguet (França)
“Forastera”, de Lucia Aleñar Iglesias (Espanha)
“Good Thanks, You?”, de Molly Manning Walker (Reino Unido)
“Humongous!”, de Aya Kawazoe (Japão)
“Maalbek”, de Ismaël Joffroy Chandoutis (França)
“Marlon Brando”, de Vincent Tilanus (Holanda)
“Menarca”, de Lillah Hallah (Brasil)
“White Godfish”, de Jan e Raf Roosens (Bélgica)