Primeiro filme protagonizado por Bruna Marquezine é fiasco de bilheteria

A estreia de Bruna Marquezine como protagonista de cinema foi um fracasso. “Vou Nadar Até Você”, primeiro filme protagonizado pela atriz, foi visto por somente 465 pessoas em seu primeiro fim de semana em exibição, segundo dados do site Filme B.

Ao todo, o longa arrecadou apenas R$ 3,7 mil entre quinta a domingo (8/3) passados.

Uma das explicações para este desempenho pífio é que a produção foi exibida em apenas 20 salas, como parte do Projeta às 7, uma parceria da distribuidora Elo Company com o Cinemark, que só tem uma sessão por dia.

Mesmo assim, a lotação ficou longe do esperado.

Na verdade, nem sequer a distribuição combina com a popularidade de Bruna Marquezine, a atriz brasileira mais buscada no Google em 2019, segundo levantamento da plataforma.

Mas havia pouca expectativa para o lançamento, após a falta de repercussão gerada por sua première no Festival de Gramado, onde o filme só não passou em branco porque acabou rendendo um escândalo de bastidores – uma autodeclarada assistente de produção acusou o diretor Klaus Mittledorf de assédio, com direito a boletim de ocorrência e processo trabalhista. Em nota à imprensa, o produtores de “Vou Nadar Até Você” afirmam não conhecer a acusadora.

Alheia a tudo isso, Bruna estava empolgada com o fato de ter virada atriz de cinema e chegou a afirmar que não faria mais novelas – pelo menos, por um tempo – para se dedicar mais a filmes e séries.

A atriz está no elenco de “Conquest”, série estrelada e produzida por Keanu Reeves (“John Wick”), que foi rodada em São Paulo e Santos com direção de Carl Erik Rinsch (“47 Ronins”), e deve ser lançada em breve na Netflix.