Los Angeles e Nova York fecham todos os cinemas

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, e o prefeito de Los Angeles, Eric Garcetti, ordenaram que todos os cinemas de suas cidades sejam fechados em meio à crise global de coronavírus, uma iniciativa sem precedentes para as maiores cidades do país.

Em Nova York, ainda serão fechados casas noturnas, teatros e locais de shows. Restaurantes, bares e cafés serão limitados apenas à entrega e entrega de alimentos. Os fechamentos entrarão em vigor às 9h de terça-feira (17/3).

A lista de Los Angeles também inclui restaurantes, academias, boliches, bares, boates e galerias de arte. Apenas supermercados, lojas de alimentos e farmácias permanecerão abertos, com restaurantes podendo prestar serviço remoto, de entrega de alimentos.

“Esta não é uma decisão que tomo de ânimo leve. Esses lugares fazem parte do coração e da alma de nossa cidade. Eles fazem parte do que significa ser um nova-iorquino”, disse de Blasio. “Mas nossa cidade está enfrentando uma ameaça sem precedentes, e devemos responder com uma mentalidade de guerra. Vamos passar por isso, mas até conseguirmos, devemos fazer todos os sacrifícios necessários para ajudar nossos colegas nova-iorquinos.”

Paralelamente, os governadores de Nova York e da Califórnia também decretaram o fechamento das escolas nos dois estados por, pelo menos, duas semanas. Além disso, empresas como a Nike, Levi’s e Apple mandaram todas as suas lojas fecharem no país.