Jon Bernthal será o novo Gigolô Americano em série baseada no filme de 1980

O ator Jon Bernthal vai trocar o colete de caveira à prova de balas pelo abdômen definido de um garoto de programa. O intérprete do Justiceiro, na série da Marvel/Netflix, fechou contrato para estrelar o piloto de “American Gigolo”, projeto de série baseado no cultuado filme “Gigolô Americano” (1980), de Paul Schrader.

O projeto vai acompanhar o mesmo personagem, Julian Kaye, vivido pelo galã Richard Gere há 40 anos, mas mudar a premissa. Desta vez, ao invés de ser suspeito de um assassinato que não cometeu, ele será um ex-presidiário que passou 18 anos na cadeia pelo “crime”.

Ao sair da prisão, Julian procura desvendar a conspiração que o colocou lá, ao mesmo tempo em que tentará retomar seu lugar na indústria do sexo, que mudou muito nos últimos anos, e reencontrar uma antiga paixão, a ex-cliente Michelle.

A adaptação do filme foi desenvolvida pelo roteirista-produtor David Hollander, criador de “The Guardian” e um dos principais escritores de “Ray Donovan”, que já lidou com a indústria do sexo no longa “Censura Máxima” (2000).

A gravação do piloto foi encomendada pelo canal pago americano Showtime para o megaprodutor Jerry Bruckheimer, responsável pelo lançamento cinematográfico de 1980, e contará com supervisão do cineasta Paul Schrader, que além de dirigir também escreveu o filme original.

A encomenda segue a nova orientação da ViacomCBS para que suas empresas explorem o catálogo do conglomerado para a criação de novos conteúdos. O filme “Gigolô Americano” foi uma produção da Paramount, que faz parte da ViacomCBS.

Entretanto, o episódio-teste precisará agradar os executivos da TV para a série ser oficializada.

Além de catapultar Richard Gere ao estrelato, “Gigolô Americano” também é lembrado por sua música-tema, “Call Me”, um dos maiores sucessos da banda Blondie. Relembre abaixo o trailer oficial do filme e o clipe da música famosa.