Joaquin Phoenix regata bezerro de matadouro após vencer o Oscar

Menos de 48 horas depois de Joaquin Phoenix ter conquistado o primeiro Oscar de sua carreira, o astro de “Coringa” resgatou um bezerro recém-nascido e sua mãe de um matadouro de Los Angeles, levando-o a um santuário de animais de fazenda, o Farm Sanctuary, onde passarão o resto de suas vidas.

O Farm Sanctuary registrou em vídeo o resgate pacífico, que foi consequência de uma conversa entre Phoenix e o proprietário do matadouro, durante uma visita às instalações em Pico Rivera, em que o astro foi acompanhado de sua noiva, a também atriz Rooney Mara (“Carol”), e de uma delegação de ativistas.

A certa altura, o empresário Anthony Di Maria e o intérprete de Coringa têm um debate semântico sobre como tratar o destino dos animais no matadouro (“colheita” x “assassinato”), mas as imagens apresentadas mostram uma interação respeitosa.

O vídeo termina com o ator escoltando a vaca e seu bezerro até uma instalação usada pelo Farm Sanctuary. Phoenix nomeou os refugiados bovinos de Liberty e Indigo, respectivamente.

Eles são a quinta vaca e filhote bovinos resgatados do matadouro Manning Beef pelos ativistas da LA Animal Save. O grupo mantém vigílias pacíficas nos matadouros da região, algumas das quais com participação de Phoenix.

Vegano convicto e militante da causa animal, o ator também divulgou uma declaração através do grupo.

“Eu nunca pensei que encontraria amizade em um matadouro, mas conhecendo Anthony e abrindo meu coração para o dele, percebo que podemos ter mais em comum do que diferenças. Sem esse ato de bondade, Liberty e seu bebê, Indigo, teriam encontrado um terrível fim. Embora continuemos a lutar pela libertação de todos os animais que sofrem nesses sistemas opressivos, devemos fazer uma pausa para reconhecer e celebrar as vitórias e as pessoas que ajudaram a alcançá-las. Shaun Monson, Amy Jean Davis e toda a comunidade de LA Animal Save transformaram sua dor ao testemunhar os maus-tratos em uma advocacia diplomática e eficaz para os que não têm voz. Como resultado, Liberty e Indigo nunca experimentarão crueldade ou o toque de uma mão áspera. Minha esperança é que, enquanto assistimos o bebê Indigo crescer com sua mãe Liberty no Farm Sanctuary, que sempre lembraremos que amizades podem surgir nos lugares mais inesperados; e não importa nossas diferenças, bondade e compaixão devem dominar tudo ao nosso redor.”