1917 vence prêmio do Sindicato dos Produtores e se torna favorito ao Oscar 2020

O filme de guerra “1917” conquistou, na noite de sábado (18/1), o prêmio anual do Sindicato do Produtores dos Estados Unidos (PGA), tornando-se o franco-favorito ao Oscar 2020.

Dirigido pelo cineasta britânico Sam Mendes com o formato de um longo plano-contínuo (como se não tivesse cortes), o drama acompanha uma missão desesperada de dois soldados ingleses na 1ª Guerra Mundial e já tinha vencido o Globo de Ouro e o Critics’ Choice de Melhor Filme, além de estar indicado em 10 categorias no Oscar, incluindo a principal.

Inédito no Brasil, “1917” estreia na próxima quinta-feira (23/1) nos cinemas nacionais.

Vale lembrar que ele é o segundo filme de Sam Mendes a vencer o prêmio do Sindicato dos Produtores. O anterior foi justamente seu longa de estreia, “Beleza Americana”. E, depois do PGA Award, o filme de 1999 venceu o Oscar.

Uma das premiações sindicais que melhor reflete as tendências da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, os vencedores do PGA Awards geralmente vencem o Oscar de Melhor Filme.

Na década de 2010, por exemplo, a associação dos produtores só “errou” duas vezes: em 2016, quando premiou “A Grande Aposta” e o Oscar foi para “Spotlight”, e em 2017, quando premiou “La La Land” e o Oscar foi para “Moonlight”. Em ambos os casos, é possível dizer que quem “errou” foi a Academia.

Entre as demais premiações de cinema, “Toy Story 4” foi consagrado como o troféu de Melhor Animação e “Apolo 11” de Melhor Documentário. E isto destacou um fato curioso: “Apolo 11” não foi indicado ao Oscar. Sua vaga teria sido “tomada” pelo brasileiro “Democracia em Vertigem”, único dos indicados ao Oscar que não venceu prêmios importantes.

Já os prêmios televisivos foram para produções obrigatórias: “Fleabag” (Melhor Comédia), “Succession” (Melhor Drama) e “Chernobyl” (Melhor Minissérie), que estão vencendo tudo na temporada. Para completar, “Deixando Neverland”, sobre as denúncias de abuso sexual contra Michael Jackson, foi considerado o Melhor Programa de Não Ficção.

Confira abaixo a lista completa dos premiados.

Melhor Filme

– 1917
Ford vs. Ferrari
O Irlandês
Jojo Rabbit
Coringa
Entre Facas e Segredos
Adoráveis Mulheres
História de um Casamento
Era Uma Vez Em Hollywood
Parasita

Melhor Animação

– Toy Story 4
Abominável
Frozen 2
Como Treinar o Seu Dragão 3
Link Perdido

Melhor Documentário

– Apollo 11
Advocate
Indústria Americana
The Cave
For Sama
Honeyland
One Child Nation

Melhor Série de Drama

– Succession
Big Little Lies
The Crown
Game of Thrones
Watchmen

Melhor Série de Comédia

– Fleabag
Barry
The Marvelous Mrs. Maisel
Schitt’s Creek
Veep

Melhor Minissérie

– Chernobyl
Fosse/Verdon
True Detective
Unbelievable
Olhos que Condenam

Melhor Filme Feito para TV ou exclusivo de Streaming

– Apollo: Missions to the Moon
American Son
Black Mirror: Striking Vipers
Deadwood: O Filme
El Camino: A Breaking Bad Movie

Melhor Programa de Não Ficção

– Deixando Neverland
30 for 30
60 Minutes
Queer Eye
Surviving R. Kelly

Melhor Talk Show ou Especial de Comédia

– Last Week Tonight with John Oliver
The Daily Show with Trevor Noah
Dave Chappelle: Sticks & Stones
The Late Show with Stephen Colbert
Saturday Night Live

Melhor Reality de Competição

-RuPaul’s Drag Race
The Amazing Race
The Masked Singer
Top Chef
The Voice

Melhor Programa Infantil

– Vila Sésamo
Carmen Sandiego
Ovos Verdes e Presuntos
O Cristal Encantado: A Era da Resistência
Lemony Snicket: Desventuras em Série