Falcão e o Soldado Invernal: Paparazzi flagram bastidores de cena de ação da série inédita

A primeira cena de ação da série “Falcão e o Soldado Invernal”, da plataforma Disney+ (Disney Plus), foi conhecida durante gravações ao ar livre nas ruas de Atlanta, nos Estados Unidos. Os paparazzi do site Just Jared fotografaram os astros Sebastian Stan (Bucky Barnes) e Anthony Mackie (Sam Wilson) na noite de segunda (23/12), em meio a correrias e lutas, e também registraram as presenças de Daniel Bruhl (Barão Zemo) e Emily VanCamp (Sharon Carter).

Continuação direta do filme “Vingadores: Ultimato”, a série vai girar em torno do legado do Capitão América.

Segundo o chefão da Marvel Studios, Kevin Feige, a decisão de Steve Rogers de entregar seu escudo para o Falcão no final de “Vingadores: Ultimato” movimenta a trama.

“A série inteira é sobre isso, sobre o Capitão entregando o escudo para Sam Wilson no final daquele filme”, explicou Feige, durante CCXP 2019. “E a questão é: o que ele [Sam] faz em seguida? É uma grande responsabilidade”.

A trama de “Falcão e o Soldado Invernal” está a cargo do roteirista Malcolm Spellman (da série “Empire”) e, além dos dois Vingadores do título, vai incluir um novo personagem na disputa do legado do Capitão América. Wyatt Russell (“Operação Overlord”), filho de Kurt Russell e Goldie Hawn, viverá John Walker num uniforme similar ao do Capitão América.

Criado por Mark Gruenwald e Paul Neary em 1986, John Walker foi introduzido como o vilão de extrema direita Super Patriota e, graças a manipulações do Caveira Vermelha, acabou virando o Capitão América quando Steve Rogers foi forçado a abandonar sua identidade. Mais tarde, adotou o nome de Agente Americano, quando Rogers recuperou seu escudo e uniforme.

A série também traz Emily Van Camp de volta ao papel de Sharon Carter, que ela interpretou em dois filmes do Capitão América, e Daniel Brühl, que retoma a identidade de Barão Zemo, vilão responsável pelos eventos de “Capitão América: Guerra Civil”.

A previsão de lançamento na Disney+ é para o segundo semestre de 2020.