A Metade Negra: Mais um terror de Stephen King vai ganhar remake

Mais um terror clássico baseada em Stephen King vai ganhar remake. A MGM vai produzir um novo longa inspirado em “A Metade Negra” (The Dark Half), que já foi adaptado para os cinemas em 1993 pelo mestre George A. Romero (o pai dos zumbis modernos).

O cineasta indie Alex Ross Perry (“Her Smell”), vai escrever e dirigir a nova versão da história do escritor que esconde um segredo: sob o pseudônimo de George Stark, ele publica livros de terror que vendem muito melhor do que suas obras sérias oficiais.

Quando a dupla identidade é descoberta, Beaumont zomba da situação e, junto à esposa, resolve “enterrar” Stark em uma cerimônia simbólica. É quando o pseudônimo ganha vida e começa a matar todos envolvidos na enganação.

Curiosamente, King escreveu “A Metade Negra” como resposta à revelação que ele próprio tinha um pseudônimo: Richard Bachman, nome com o qual assinou alguns best-sellers de suspense.

Outra curiosidade é que o livro foi relançado recentemente no Brasil com novo título, mais politicamente correto: “A Metade Sombria”.

No filme de 1993, o protagonista foi vivido por Timothy Hutton (vencedor do Oscar por “Gente Como a Gente”). Já o elenco do remake ainda não foi definido, nem há previsão para seu lançamento.