Mark Wahlberg negocia entrar na adaptação do game Uncharted com Tom Holland

O ator Mark Wahlberg (“Todo o Dinheiro do Mundo”) negocia integrar o elenco da adaptação do game “Uncharted”. A notícia é nova, mas essa história é bastante antiga. Afinal, Wahlberg esteve à frente de uma versão anterior do projeto, que vai completar uma década de desenvolvimento na Sony.

Originalmente, o astro da franquia “Transformers” esteve cotado para viver o papel principal, que acabou negociado com Tom Holland (“Homem-Aranha: Longe de Casa”) há 30 meses.

Para quem não conhece, o game acompanha as aventuras do arqueólogo Nathan Drake, que segue as pistas do seu antepassado Sir Francis Drake para encontrar relíquias místicas ao redor do mundo. Mas uma das primeiras versões da adaptação cinematográfica, desenvolvida pelo cineasta David O. Russell (“Trapaça”), traria Wahlberg como integrante de um clã de aventureiros, caçando tesouros em família. Esta encarnação do projeto teria Robert De Niro (“Coringa”) e Scarlett Johansson (“Vingadores: Ultimato”) como parentes do protagonista.

Depois disso, outros diretores passaram pela produção, como Neil Burger (“Divergente”), Seth Gordon (“Quero Matar Meu Chefe”) e Shawn Levy (“Uma Noite no Museu”), cada um deles com uma abordagem diferente, até a Sony definir que o filme seria um prólogo passado na juventude de Nathan Drake – ou seja, uma história diferente de todos os games lançados, aproveitando apenas o nome da franquia.

Na atual versão, o papel de Wahlberg será Victor “Sully” Sullivan, um caçador de tesouros, mercenário e empresário, além de amigo, mentor e figura paterna para Drake.

Holland está definido como Drake e o diretor atualmente encarregado das filmagens é Travis Knight (“Bumblebee”). Por outro lado, tanta gente mexeu no roteiro que ninguém faz ideia de quem será creditado como autor da história, que está sendo reescrita mais uma vez por Rafe Judkins (das séries “Chuck” e “Agents of SHIELD”) com a dupla Art Marcum e Matt Holloway (“MIB: Homens de Preto – Internacional”).

O detalhe é que cada roteiro jogado no lixo foi pago pela Sony, fazendo com o que “Uncharted” já tenha consumido um bom orçamento sem iniciar as filmagens.