James Cromwell é preso após protesto contra laboratório que faz testes em cachorros

O ator James Cromwell voltou a ser preso em um protesto nos EUA. Indicado ao Oscar por seu trabalho em “Babe – O Porquinho Atrapalhado” (1995), Cromwell foi detido durante protesto contra um laboratório universitário que faz testes em cachorros.

Ele e outros ativistas estavam realizando demonstração no campus da Texas A&M University, na cidade de College Station. Segundo o The Hollywood Reporter, o ator de 79 anos de idade foi fichado por “conduta desordeira” e por “atrapalhar os procedimentos do laboratório”.

Cromwell liberou um comunicado através da organização não-governamental PETA, que ajudou a organizar o protesto. “A Texas A&M continua tormentando golden retrievers e outros animais, apesar de décadas de pesquisas não terem produzido nenhuma cura para humanos”, comentou.

“Está na hora de soltar os cachorros, e meus amigos da PETA e eu queremos garantir que eles sejam levados para bons lares, onde podem viver suas vidas em paz”, completou.

Não é a primeira vez que o ator de 79 anos, conhecido também por papéis em “Jornada nas Estrelas: Primeiro Contato” (1996), “À Espera de Um Milagre” (1999) e “O Artista” (2011), é preso por ativismo a favor dos animais. Em 2017, ele foi detido por invadir o SeaWorld, protestando contra o tratamento das baleias do parque aquático.