Helstrom: Marvel define protagonistas da série baseada no Filho de Satã



A Marvel anunciou o elenco principal de “Helstrom”, série baseada nos quadrinhos homônimos, que foram lançados no Brasil com o título de “Filho de Satã”.

Desenvolvida para o serviço de streaming Hulu, com previsão de estreia para 2020, a produção será protagonizada por Elizabeth Marvel (presidencial nas séries “House of Cards” e “Homeland”), Tom Austen (o Jasper de “The Royals”) e Sydney Lemmon (vista na última temporada como piloto de helicóptero num episódio memorável de “Fear the Walking Dead”).

Elizabeth Marvel vai viver Victoria Helstrom, que está enclausurada em um hospício há décadas, acusada de uma série de assassinatos, enquanto Austen e Lemmon serão seus filhos. Traumatizados pelos supostos crimes da mãe, os irmãos Daimon e Ana dedicam suas vidas a combater os membros mais sórdidos e violentos da sociedade.

A descrição difere radicalmente da trama original. Nos quadrinhos, Daimon Helstrom é filho de um demônio, concebido por uma mulher mortal chamada Victoria Wingate.

Daimon e sua irmã, Satana Helstrom, herdaram poderes da escuridão. No entanto, enquanto Satana abraçou sua herança, Daimon se agarrou a sua humanidade. Ainda criança, foi internado num orfanato jesuíta e cresceu obcecado em destruir o mal. Ele se estabeleceu como um investigador ocultista e exorcista, e tomou posse de um tridente satânico, que transformou em arma para lutar contra o próprio pai e seus seguidores.

Mas a série deve mudar tudo isso. Daimon será filho de um serial killer e sua irmã vai se chamar Ana. Os irmãos tem um relacionamento complicado, pela forma como lidam com o que existe de pior na humanidade, cada um com uma atitude diferente. O desenvolvimento está a cargo de Paul Zbyszewski, produtor-roteirista de “Agents of SHIELD”, “Hawaii Five-0” e “Lost”.


O elenco ainda vai incluir Ariana Guerra (“Raising Dion”), Robert Wisdom (“Ballers”), June Carryl (“Mindhunters”) e Alain Uy (“True Detective”). Detalhe: a personagem de Ariana Guerra, Gabriella Rosetti, é um homem nos quadrinhos, um padre inspirado no filme “O Exorcista” (1973), conhecido como Devil-Hunter, o caçador de demônios.

A produção está a cargo da Marvel Television, que tem enfrentado críticas internas da Disney por sua opção pelo barateamento de custos em detrimento da qualidade dos produtos – veja-se “Inumanos”. Para complicar, o Hulu também chegou a encomendar uma série do Motoqueiro Fantasma, que foi cancelada após conflitos com os produtores da Marvel Television. O motivo não ficou claro até o momento.

Atualmente, a Marvel Television produz apenas três séries live-action, “Runaways” (Fugitivos), “Cloak and Dagger” (Manto e Adaga), que ainda não foi renovada, e “Agents of SHIELD”, que vai acabar na próxima temporada.

Existem rumores de que os planos do CEO da Disney, Bob Iger, incluem restringir as produções da Marvel Television às séries animadas, na medida em que a Marvel Studios, que produz os filmes derivados dos quadrinhos da editora, começa a também desenvolver séries para o serviço de streaming Disney+ (Disney Plus). Trata-se de uma disputa interna, já que a Marvel Studios pertence ao organograma da Walt Disney Studios, enquanto a Marvel Television responde à Marvel Entertainment, comandada pelo ultraconservador Isaac “Ike” Perlmutter, que tentou vetar os filmes de “Pantera Negra” e “Capitã Marvel”.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings