Marvel anuncia séries do Motoqueiro Fantasma e do Filho de Satã



O serviço de streaming Hulu prepara uma série do Motoqueiro Fantasma (Ghost Rider). E o papel principal ficará com Gabriel Luna, que interpretou o personagem em “Agents of SHIELD”.

A revelação foi feita pela Marvel nas redes sociais e confirmada pelo ator. Mas o site da revista Variety acrescentou que, apesar da escalação de Luna, a série não será um spinoff, pois não se passará na mesma continuidade de “Agents of SHIELD”.

A plataforma também vai lançar uma série do Filho de Satã (Helstrom), sugerindo que prepara um universo compartilhado para os personagens de terror da Marvel. Afinal, Damien Helstrom surgiu nas páginas da primeira edição em quadrinhos do Motoqueiro, em 1973.

A Marvel planeja uma série do Motoqueiro Fantasma desde 2016, após o sucesso da aparição de Gabriel Luna em “Agents of SHIELD”. Na época, ainda se falava em Netflix. Mas a Disney foi em outra direção e pausou o projeto até comprar a Fox e se consolidar no comando da Hulu.

O desenvolvimento da série está a cargo de Ingrid Escajeda, roteirista-produtora de “Justified”, “Empire” e “Sneaky Pete”.

Um fato incontornável em relação à atração é que esse “Motoqueiro” não dirige moto, mas um Dodge Charger infernal de 1969. O nome original do personagem, “Ghost Rider”, quer dizer “Motorista Fantasma” em inglês – o “Motoqueiro” ficou por conta dos editores de quadrinhos brasileiros dos anos 1970, que viram Johnny Blaze numa moto e optaram pela solução visual imediata.

O detalhe é que, enquanto Nicolas Cage deu vida a Johnny Blaze no cinema – o personagem original dos anos 1970, que era mesmo um motoqueiro – , Gabriel Luna interpreta outra encarnação do Espírito da Vingança dos quadrinhos, Robbie Reyes. E ele é um mecânico que prefere apavorar com seu carrão que cospe fogo.



Por conta disso, a melhor sugestão para quem disponibilizar essa série no Brasil é não “traduzir” o título, mantendo o nome original de “Ghost Rider”.

A segunda produção anunciada também tem grande potencial. O “Filho de Satã” da Marvel é Daimon Helstrom, que, como os tradutores nacionais deixaram claro, é filho de um demônio, concebido por uma mulher mortal chamada Victoria Wingate.

Daimon e sua irmã, Satana Helstrom, herdaram poderes da escuridão. No entanto, enquanto Satana abraçou sua herança, Daimon se agarrou a sua humanidade. Ainda criança, foi internado num orfanato jesuíta e cresceu obcecado em destruir o mal. Ele se estabeleceu como um investigador ocultista e exorcista, e tomou posse de um tridente satânico, que transformou em arma para lutar contra o próprio pai e seus seguidores.

Mas a série deve mudar tudo isso. De acordo com o site Deadline, Daimon será filho de um serial killer e sua irmã vai se chamar Ana. Os irmãos tem um relacionamento complicado, pela forma como lidam com o que existe de pior na humanidade, cada um com uma atitude diferente. O desenvolvimento está a cargo de Paul Zbyszewski, produtor-roteirista de “Agents of SHIELD”, “Hawaii Five-0” e “Lost”.

Resta saber se a Hulu pretende mesmo criar uma versão em streaming do universo sombrio da Marvel. Caso vá em frente, Blade é outro forte candidato a ganhar série, caso a opção não seja pela adaptação direta de “A Tumba de Drácula” (The Tomb of Dracula).

Vale lembrar que o “Motoqueiro”, Helstrom e Blade já compartilharam uma mesma publicação da Marvel, intitulada “Espíritos da Vingança” (Spirits of Vengeance). E os dois últimos se juntaram a vários outros personagens, incluindo o Lobisomem (Werewolf by Night), Morbius (que vai ganhar um filme da Sony) e até o Doutor Estranho em “Filhos da Meia-Noite” (Midnight Sons).

A Hulu pode estar planejando uma espécie de “Os Defensores” de terror.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings