FX demite o criador “babaca” de Sons of Anarchy e Mayans MC

O produtor-roteirista Kurt Sutter, criador de “Sons of Anarchy” e de seu recente derivado “Mayans MC”, foi demitido pelo canal pago FX por conta de “denúncias múltiplas” de comportamento agressivo no set do spin-off. O produtor reconheceu suas ações em carta aberta ao elenco e produção, descrevendo-se como “um babaca esquentado”.

Há poucos detalhes sobre o que o produtor teria feito no set, mas Sutter já foi alvo de polêmicas pela forma como lida com sua equipe no set. Ele chegou a recebeu uma carta da produtora Fox 21, responsável pelas duas séries, criticando sua “falta de profissionalismo” após xingar um executivo durante uma reunião sobre o orçamento de “Sons of Anarchy”. A carta foi emoldurada por Sutter e colocada à vista de todos em seu escritório. A justificativa: “Aquela carta não foi pendurada por eu ser algum tipo de durão, mas sim para mostrar que minha imbecilidade gera processos.”

Em sua própria carta sobre seu comportamento, Sutter reconheceu que sua presença no set de “Mayans MC” causava estresse, mas sua ausência era percebida como abandono. “Peço desculpas se fiz alguém se sentir menos do que valorizado, minha intenção era o oposto. Mas claramente eu não andei prestando atenção. Minha arrogância e distração crônica criaram um desastre. Apenas saibam que eu amo este elenco e equipe”, disse, referindo-se ao spin-off.

A demissão, oficializada pelos presidentes da emissora John Landgraf e Dana Walden, é significativa, especialmente pela trajetória bem-sucedida do produtor no FX. Sutter começou sua carreira como roteirista de “The Shield”, série que colocou o FX no mapa, e transformou “Sons of Anarchy” num dos maiores sucessos do canal. Mas apesar de ter sido dispensado da produção de “Mayans MC”, seu acordo de produção com o estúdio Fox não foi revogado.

Elgin James, cocriador de “Mayans MC”, tende a ser oficializado como novo showrunner da atração, que só tem menos público que “American Horror Story” no canal. Mas o FX e a Fox também podem optar por intervir nas gravações e contratar alguém de fora para colocar ordem na produção.