Coringa é a principal atração em semana com 15 estreias de cinema

“Coringa” é a principal estreia desta quinta-feira (3/10) nos cinemas brasileiros, com lançamento em mais de 1,5 mil telas. A “adaptação dos quadrinhos”, que não se baseia em quadrinho nenhum, é um dos grandes filmes do ano e também um dos mais divisivos. Enquanto há certa unanimidade em relação à sua qualidade (73% de aprovação no Rotten Tomatoes), especialmente sobre a interpretação de Joaquin Phoenix no papel-título, sua mensagem já alimenta inúmeras discussões, que tendem a crescer e se espalhar nas redes sociais com o lançamento comercial. Isto torna “Coringa” um daqueles filmes sobre o qual todo mundo “precisa” ter uma opinião, seja positiva ou negativa. Afinal, ele critica ou incentiva a subcultura incel? Fica para cada um decidir e os críticos duelarem após as sessões.

Além do filme “obrigatório”, dois lançamentos infantis chegam com boa distribuição nos shoppings centers. A continuação de “Angry Birds” é melhor que a fraquíssima animação de 2016, se isso for parâmetro, e “Ela Disse, Ele Disse” marca o primeiro papel de “vilã” de Maisa Silva e a estreia da apresentadora Fernanda Gentil e da “influencer” Bianca Andrade como atrizes. Além disso, é baseado no livro homônimo de Thalita Rebouças, escritora que virou fenômeno de bilheterias com três adaptações anteriores de cinema, entre elas “Tudo Por Um PopStar”, que também foi estrelada por Maisa.

O circuito limitado ainda reserva mais uma dúzia de estreias – sim, 15 filmes estreiam no fim de semana do “Coringa”!

Entre os estrangeiros, “As Loucuras de Rose” é a maior surpresa. Quem gostou de “Nasce uma Estrela” pode até sentir vergonha diante da história muito mais impactante dessa jovem aspirante a cantora. A diferença principal é que não há um romance hollywoodiano para mudar a vida da pobre protagonista, uma ex-presidiária e mãe solteira escocesa, que sonha virar cantora country nos Estados Unidos. O talento é enorme, mas as dificuldades que o mundo lhe impõe têm o dobro de tamanho. Ao final, nasce a estrela da atriz Jessie Buckley, premiada nos festivais de Dublin e Newport ao brilhar em tela grande após uma carreira voltada às séries britânicas – “Taboo”, “Chernobyl”, etc. O filme tem 97% (!) de aprovação entre os “críticos top” do Rotten Tomatoes.

Os outros destaques da semana são produções brasileiras.

“O Clube dos Canibais”, de Guto Parente, chama atenção pelo tom, uma crítica trash à elite brasileira – nas pegadas do humor negro de “A Sociedade dos Amigos do Diabo” (1989). A mesma elite é alvo do drama “Domingo”, de Fellipe Barbosa e Clara Linhart. Enquanto o primeiro é uma alegoria sanguinária da luta de classes, centrada num casal de ricos que literalmente devora seus empregados, o segundo é a versão realista dessa dinâmica, que mostra uma família de ricos comendo, bebendo e se divertindo no feriadão do ano novo, enquanto os empregados trabalham longe de suas famílias.

Assim como “Coringa”, “Domingo” também é obrigatório e rende discussões. A começar pelo fato de ser um “filme de época”, passado em 2003. Mais exatamente no dia da posse de Lula em Brasília. Uma quarta-feira. Mas que o roteiro afirma ser um sábado. E que os diretores chamam de “Domingo”. Esta divergência é simbólica e a menor de todas as controvérsias na história riquíssima de contrastes sociais e ideológicos, que evoca dinâmica anteriormente visitada por Fellipe Barbosa no excelente “Casa Grande” (2014). Para completar, Ítala Nandi venceu o prêmio de Melhor Atriz no Festival do Rio por sua performance como a matriarca rica.

A programação tem, por coincidência, mais um filme que lida com o contraste entre ricos de férias e empregados frustrados, a coprodução entre Brasil, República Dominicana e Porto Rico “O Homem que Cuida”, drama que assume tom de suspense ao acompanhar o ressentimento de um caseiro que vê seu poder sobre a casa de veraneio de seus patrões ser usurpado pela chegada do filho festeiro dos proprietários. Interessante.

Mais uma dica fica por conta do documentário “A Turma do Pererê.doc”, sobre a primeira revista dedicada a um personagem brasileiro de quadrinhos.

E há ainda mais cinco títulos nacionais diferentes na lista abaixo, que inclui todas as 15 estreias da semana com suas sinopses e trailers. Confira.

Coringa | EUA | Fantasia

Arthur Fleck (Joaquin Phoenix) trabalha como palhaço para uma agência de talentos e, toda semana, precisa comparecer a uma agente social, devido aos seus conhecidos problemas mentais. Após ser demitido, Fleck reage mal à gozação de três homens em pleno metrô e os mata. Os assassinatos iniciam um movimento popular contra a elite de Gotham City, da qual Thomas Wayne (Brett Cullen) é seu maior representante.

Ela Disse, Ele Disse | Brasil | Comédia

Rosa (Duda Matte) e Léo (Marcus Bessa) são adolescentes de 14 anos que acabaram de entrar em uma nova escola, onde precisam lidar com a difícil tarefa de fazer novos amigos. Enquanto Léo logo demonstra interesse em futebol, Rosa enfrenta problemas com Júlia (Maísa), a garota mais popular do colégio.

Angry Birds 2 – O Filme | EUA | Animação

Red e seus amigos dedicam a vida a proteger a Ilha dos Pássaros dos contantes ataques vindos da Ilha dos Porcos. Entretanto, quanto uma terceira ilha surge e começa a atacá-los, Leonardo, o rei dos porcos, decide procurar seu arquinimigo em busca de uma trégua para que, juntos, possam enfrentar a ameaça em comum.

As Loucuras de Rose | Reino Unido | Comédia

Rose-Lynn Harlan (Jessie Buckley) é uma cantora de Glasgow, na Escócia, que sonha em se tornar uma estrela da música country em Nashville, no Tennessee. Acabando de sair da prisão e mãe solteira de dois filhos, ela é forçada a encarar responsabilidades mais urgentes e arruma um emprego de diarista, mas acaba encontrando em seu caminho quem dê apoio para o seu sonho aparentemente louco.

Domingo | Brasil | Drama

Múltiplos pontos de vista de uma família burguesa do interior gaúcho no dia 1º de janeiro de 2003, quando o Brasil vivia a histórica posse do presidente Luís Inácio Lula da Silva. Durante uma festa extravagante, muitas verdades estão prestes a vir à tona e o mal estar entre os convidados fica evidente.

O Clube dos Canibais | Brasil | Terror

Otávio (Tavinho Teixeira) e Gilda (Ana Luíza Rios) são da elite brasileira e membros do The Cannibal Club. Os dois têm como hábito comer seus funcionários. Quando Gilda acidentalmente descobre um segredo de Borges, um poderoso congressista e líder do clube, ela acaba colocando sua vida e a de seu marido em perigo.

O Homem que Cuida | República Dominicana, Porto Rico, Brasil | Drama

Juan (Héctor Aníbal) tem 25 anos e trabalha cuidando de uma rica casa de praia. Abalado por ter sido abandonado pela esposa, que está grávida de outro homem, ele mergulha no trabalho de tal forma que cuida do local como se fosse seu, sendo até mesmo rude com as pessoas que conhece. Um dia, sua rotina é alterada com a chegada de Rich (Yasser Michelén), o filho de seu patrão, ao lado do amigo Alex (Héctor Medina). Os dois trouxeram também Karen (Julietta Rodriguez), moradora local que já havia batido de frente com Juan por usar o pier da propriedade sem permissão. Bastante incomodado com a presença da moça, Juan precisa lidar ainda com o zelo que possui pela casa e a necessidade de servir ao filho de seu patrão, independente de concordar ou não com seus atos.

Encontros | França | Drama

Rémi (François Civil) e Mélanie (Ana Girardot) têm em torno de 30 anos e, apesar de morarem em prédios um ao lado do outro, não se conhecem. Ambos estão solteiros e enfrentam problemas pessoais: ele, devido à demissão de praticamente todos de seu antigo trabalho enquanto foi promovido para outro setor, ela sem conseguir superar o término de um longo relacionamento, cujo fim já tem um ano. Cada um à sua maneira, os dois buscam meios de lidar com o momento depressivo através das redes sociais: ele pelo Facebook, ela através do Tinder.

O Homem Ideal | Espanha | Comédia

Jaume e Raquel são um casal exemplar, com uma relação de dar inveja em qualquer um. Quando eles organizam um encontro às cegas para seu amigo Rubén, que se divorciou faz dois anos e sofre de depressão, eles conhecem uma mulher que coloca sua vida de cabeça para baixo, provando que nunca é tarde demais para recomeçar.

Fera na Selva | Brasil | Comédia

Baseado livremente na obra do escritor norte-americano Henry James, o filme narra a história de um homem que vive na esperança de presenciar em algum momento de sua vida um acontecimento extraordinário, sem enxergar as pequenas maravilhas de seu cotidiano.

Onde Quer que Você Esteja | Brasil | Drama

Toda semana a Rádio Cidade Aberta transmite o programa Onde Quer que Você Esteja, em que pessoas tentam se comunicar com parentes e amigos desaparecidos. Com tantos reencontros emocionantes, os bastidores do programa acabam sendo recheados de histórias de vida que se cruzam e se transformam.

Paulo de Tarso e a História do Cristianismo Primitivo | Brasil | Religião

Uma jornada através dos feitos de Paulo de Tarso (Alexandre Galves), um dos principais propagadores do Cristianismo, desde a época em que era cético em relação aos ensinamentos de Jesus Cristo até quando, tomado por uma súbita cegueira, compreendeu que sua função no mundo era levar sua palavra adiante.

A Turma do Pererê.doc | Brasil | Documentário

Marcada na história como a primeira revista em quadrinhos brasileira totalmente em cores, “A Turma do Pererê” é considerada uma influência gigante para diversos autores que surgiram depois, como Maurício de Sousa. Além de ter sido a primeira a abordar temas como ecologia e inclusão social, a obra também é referenciada por se alinhar perfeitamente aos principais acontecimentos políticos da época.

Um Dia para Susana | Brasil | Documentário

Diagnosticada em 2005 com Atrofia de Múltiplos Sistemas, a triatleta Susana Schnarndorf conseguiu permanecer ligada ao esporte dedicando-se a partir de então à natação paralímpica. O avanço imprevisível da doença degenerativa afeta seu desempenho e a faz mudar de classe, mas Susana permanece firme nos intensos treinos para realizar o sonho de competir nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Ao mesmo tempo em que luta para superar as dificuldades e os contratempos, ela sofre pelo afastamento dos filhos, que não moram na cidade onde ela se prepara.

De Peito Aberto | Brasil | Documentário

Seis mães de diferentes realidades socioculturais compartilham os seis primeiros meses de vida dos seus bebês, o tempo recomendado pela Organização Mundial de Saúde para alimentar crianças somente com leite materno. Lidando com muitas emoções e questões sociais, a diretora Graziela Mantoanelli aborda políticas públicas, interesses privados por trás do desmame precoce, os diversos modelos de família e o papel da mulher na sociedade.